Motoristas do Complexo de Suape, Grande Recife, fazem paralisação de advertência

Da Rádio Jornal

Cerca de 300 motoristas terceirizados da Refinaria Abreu e Lima e do pólo industrial de Suape, no Grande Recife, cruzaram os braços nesta quarta-feira (19). A paralisação tem caráter preventivo, e pretende chamar a atenção para o não cumprimento de acordo prévio, no ministério do trabalho, para o reajuste salarial da categoria.

Ainda de acordo com os motoristas, o piso da categoria é de R$ 1400, enquanto os funcionários do complexo recebem pouco mais de R$ 900.

Leonardo Rangel, vice presidente do sindicato dos motoristas afirma que a categoria não teve escolha. A paralisação é inevitável.

Elton Ponce, especial para Rádio Jornal, conversou com o vice presidente. Ouça, abaixo

Compartilhe essa notícia

Leia também: