Audioteca | POLÍCIA MILITAR

Secretário da SDS diz que não falta estrutura na Polícia Militar


Angelo Fernando Gioia, secretário da SDS, confirma também saída das Forças Armadas e faz duras críticas a movimento grevista na Polícia Militar

Publicado em 03/01/2017, às 10:57


Rádio Jornal
Rafael Souza
Secretário de Defesa Social centrou fogo em movimento grevista. Foto: divulgação / internet


Em mais um round entre Governo do Estado e associações militares, o Secretário de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE), Angelo Fernando Gioia, disse que é uma "inverdade" a falta de estrutura da Polícia Militar alegada pelas associações de polícia. "É uma inverdade. O que se pretende é criar a situação de inseguranca para pressionar e isso nos nao podemos admitir", falou o secretário durante entrevista a Geraldo Freire na manhã desta terça (03), na Rádio Jornal.

CRÍTICAS A MOVIMENTO GREVISTA

Para Angelo Gioia, o movimento grevista é "legitimo", mas há exageros: "o que não se pode imaginar é que esse movimento venha travestido de praticar crimes como incitacao ao movimento grevista. Condutas criminosas serao apuradas em inquérito policial", declarou. Mais cedo, o presidente da Associação de Cabos e Soldados, Alberisson Carlos, criticou a "falta de diálogo" do Governo do Estado.

O secretário da SDS também afirmou que o Governo do Estado trabalha com o retorno da "normalidade" e que o "estado nunca se fechou ao diálogo, o que busca o reestabelecimento da ordem, de principios de hieraquia e disciplina dentro das instituições policiais", afirmou.

RETIRADA DAS FORÇAS ARMADAS

Para Angelo Fernando Gioia, a população não pode ficar a mercê de movimentos de base que coloquem em risco o funcionamento das instituições e a própria seguranca da população. Ele confirma a retirada das Forças Armadas até esta quarta-feira (04): "Estamos preparados. Ao longo desse mês nós trabalhamos com efetividade as nossas viaturas, o nosso pessoal, alteramos escalas. Se hoje é possivel a saída deles (Forças Armadas) é porque o nosso efetivo está à altura, ainda que não tenha voltado a adesão aos PJES", declarou.

Fonte: Rádio Jornal

Audioteca

Secretário da SDS diz que não falta estrutura na Polícia Militar



Publicado em 03/01/2017, às 10:57


Rádio Jornal
Rafael Souza
Secretário de Defesa Social centrou fogo em movimento grevista. Foto: divulgação / internet


Em mais um round entre Governo do Estado e associações militares, o Secretário de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE), Angelo Fernando Gioia, disse que é uma "inverdade" a falta de estrutura da Polícia Militar alegada pelas associações de polícia. "É uma inverdade. O que se pretende é criar a situação de inseguranca para pressionar e isso nos nao podemos admitir", falou o secretário durante entrevista a Geraldo Freire na manhã desta terça (03), na Rádio Jornal.

[uolmais_audio 16106165]

CRÍTICAS A MOVIMENTO GREVISTA

Para Angelo Gioia, o movimento grevista é "legitimo", mas há exageros: "o que não se pode imaginar é que esse movimento venha travestido de praticar crimes como incitacao ao movimento grevista. Condutas criminosas serao apuradas em inquérito policial", declarou. Mais cedo, o presidente da Associação de Cabos e Soldados, Alberisson Carlos, criticou a "falta de diálogo" do Governo do Estado.

O secretário da SDS também afirmou que o Governo do Estado trabalha com o retorno da "normalidade" e que o "estado nunca se fechou ao diálogo, o que busca o reestabelecimento da ordem, de principios de hieraquia e disciplina dentro das instituições policiais", afirmou.

RETIRADA DAS FORÇAS ARMADAS

Para Angelo Fernando Gioia, a população não pode ficar a mercê de movimentos de base que coloquem em risco o funcionamento das instituições e a própria seguranca da população. Ele confirma a retirada das Forças Armadas até esta quarta-feira (04): "Estamos preparados. Ao longo desse mês nós trabalhamos com efetividade as nossas viaturas, o nosso pessoal, alteramos escalas. Se hoje é possivel a saída deles (Forças Armadas) é porque o nosso efetivo está à altura, ainda que não tenha voltado a adesão aos PJES", declarou.

Fonte: Rádio Jornal