Audioteca | CONSULTÓRIO

Desequilíbrio financeiro é a principal causa de divórcios no mundo


Planejamento financeiro para casais foi tema do Consultório de Graça desta sexta-feira (17)

Publicado em 17/03/2017, às 21:45


Rádio Jornal

Reprodução/Rádio Jornal

Você já parou para pensar porque, algumas vezes, casais acabam divergindo quando o assunto é dinheiro? Para responder essas e outras perguntas Graça Araújo recebeu o personal financeiro, Luciano Trajano e a psicóloga e terapeuta de casal, Lúcia Freire.

Ouça o Consultório na íntegra

150

No início do relacionamento, com o sentimento apaixonado à flor da pele, aceitamos fazer algumas concessões, engolimos alguns sapos, tentamos nos adaptar, e tudo parece caminhar razoavelmente bem. Para a psicóloga Lúcia Freire a comunicação entre o casal é indispensável. “As visões de mundo e experiências de vida são muito diversas, antes de tudo é preciso muito dialogo entre um casal. Quando o assunto é dinheiro é preciso muita clareza e planejamento”, disse.

O personal financeiro Leandro Trajano destacou entre outros assuntos a necessidade de educação financeira para os casais. “Em muitos casos o principal conflito é a junção de pessoas muito diferentes em relação às finanças. Tudo isso só é descoberto quando o casal começa a dividir as contas”, analisou.

Pesquisa

Segundo pesquisa divulgada realizada pela psicóloga e professora da Universidade de Michigan (EUA), Terri Orbuch, o dinheiro é o principal motivador de conflitos entre os casais. A pesquisadora acompanhou 373 casais que estavam no primeiro ano de casamento e tinham entre 25 e 37 anos, e coletou periodicamente informações ao longo de 25 anos. Nesse estudo, 49% das pessoas divorciadas disseram que brigaram muito com seus parceiros por causa de perfis econômicos diferentes e de mentiras sobre os gastos. Outro motivo apontado era a tendência que os que ganham mais tinham de controlar o outro. 

Audioteca

Desequilíbrio financeiro é a principal causa de divórcios no mundo



Publicado em 17/03/2017, às 21:45


Rádio Jornal

[IMAGEM]

Você já parou para pensar porque, algumas vezes, casais acabam divergindo quando o assunto é dinheiro? Para responder essas e outras perguntas Graça Araújo recebeu o personal financeiro, Luciano Trajano e a psicóloga e terapeuta de casal, Lúcia Freire.

Ouça o Consultório na íntegra

[uolmais_audio 16166945]

[uolmais_audio 16166949]

[uolmais_audio 16166953]

No início do relacionamento, com o sentimento apaixonado à flor da pele, aceitamos fazer algumas concessões, engolimos alguns sapos, tentamos nos adaptar, e tudo parece caminhar razoavelmente bem. Para a psicóloga Lúcia Freire a comunicação entre o casal é indispensável. “As visões de mundo e experiências de vida são muito diversas, antes de tudo é preciso muito dialogo entre um casal. Quando o assunto é dinheiro é preciso muita clareza e planejamento”, disse.

O personal financeiro Leandro Trajano destacou entre outros assuntos a necessidade de educação financeira para os casais. “Em muitos casos o principal conflito é a junção de pessoas muito diferentes em relação às finanças. Tudo isso só é descoberto quando o casal começa a dividir as contas”, analisou.

Pesquisa

Segundo pesquisa divulgada realizada pela psicóloga e professora da Universidade de Michigan (EUA), Terri Orbuch, o dinheiro é o principal motivador de conflitos entre os casais. A pesquisadora acompanhou 373 casais que estavam no primeiro ano de casamento e tinham entre 25 e 37 anos, e coletou periodicamente informações ao longo de 25 anos. Nesse estudo, 49% das pessoas divorciadas disseram que brigaram muito com seus parceiros por causa de perfis econômicos diferentes e de mentiras sobre os gastos. Outro motivo apontado era a tendência que os que ganham mais tinham de controlar o outro.