Audioteca | Abastecimento

Chuva não alterou situação crítica de barragens no estado, diz Compesa


Em entrevista a Super Manhã, presidente da Compesa, Roberto Tavares, debate o nível das barragens após as chuvas no estado

Publicado em 14/04/2017, às 11:40


Rádio Jornal
Rádio Jornal

Foto: André Nery/JC Imagem
Foto: André Nery/JC Imagem

As fortes chuvas que atingiram Pernambuco nas últimas 24h não foram capazes de aumentar de forma significativa as barragens, principalmente do interior do estado. Muitos sistemas continuam próximos do colapso, como o de Botafogo, que segue em situação crítica. Em compensação, reservatórios como o de Pirapama, no Cabo de Santo Agostinho, registrou um aumento de 5%.

Em entrevista a Super Manhã, o presidente da Compesa, Roberto Tavares, conversou sobre a situação de abastecimento de água no estado, e debateu as alternativas para a menor dependência de chuvas em Pernambuco.



Confira a entrevista:

Alternativas

De acordo com o presidente, todo o planejamento de abastecimento nas cidades do interior estão sendo feitos sob os eixos da transposição do Rio São Francisco, que promete atender inúmeros municípios, para que Pernambuco não dependa somente do regime de chuvas

A Adutora do Agreste, projeto que irá atender 78 cidades, tem ritmo acelerado, segundo Roberto Tavares, e poderia ter sido concluída com antecedência caso os repasses não tivessem sido comprometidos nos anos anteriores.


Audioteca

Chuva não alterou situação crítica de barragens no estado, diz Compesa



Publicado em 14/04/2017, às 11:40


Rádio Jornal
Rádio Jornal

[IMAGEM]

As fortes chuvas que atingiram Pernambuco nas últimas 24h não foram capazes de aumentar de forma significativa as barragens, principalmente do interior do estado. Muitos sistemas continuam próximos do colapso, como o de Botafogo, que segue em situação crítica. Em compensação, reservatórios como o de Pirapama, no Cabo de Santo Agostinho, registrou um aumento de 5%.

Em entrevista a Super Manhã, o presidente da Compesa, Roberto Tavares, conversou sobre a situação de abastecimento de água no estado, e debateu as alternativas para a menor dependência de chuvas em Pernambuco.

Confira a entrevista:

[uolmais_audio 16191571]

Alternativas

De acordo com o presidente, todo o planejamento de abastecimento nas cidades do interior estão sendo feitos sob os eixos da transposição do Rio São Francisco, que promete atender inúmeros municípios, para que Pernambuco não dependa somente do regime de chuvas

A Adutora do Agreste, projeto que irá atender 78 cidades, tem ritmo acelerado, segundo Roberto Tavares, e poderia ter sido concluída com antecedência caso os repasses não tivessem sido comprometidos nos anos anteriores.