Audioteca | ENTREVISTA

Depois das chuvas, Barragem de Sobradinho está em 15% de volume útil


Junto com o volume morto, a estimativa é que Sobradinho esteja em 31% da capacidade total

Publicado em 18/04/2017, às 12:58


Rádio Jornal

Reprodução/Rádio Jornal

O volume da Barragem de Sobradinho, na Bahia, está em 15% do volume útil. Os dados foram divulgados pela Chesf no último dia 05 de abril. A contagem é medida a partir do volume morto. Dessa forma a estimativa é que a água esteja em 31% da capacidade total. O doutor em Meteorologia e professor da Univasf, Mário de Miranda, explica que as chuvas dos últimos dias não entraram nessa contagem, já que o último balanço foi do início do mês.

Apesar disso, Miranda acredita que por causa da evaporação o volume esteja por volta dos 30%. Ouça a entrevista completa:

» Redução da vazão de Sobradinho deve afetar produção de frutas no Vale
» "Está chovendo na bacia do São Francisco e 2017 deverá ser melhor", diz meteorologista



Seca

De acordo com o professor Mario de Miranda, a média é que a cada 26 anos tenha uma seca razoável. “Nos séculos 17 e 18 já haviam secas e na história existem períodos muito críticos”, afirma.


Audioteca

Depois das chuvas, Barragem de Sobradinho está em 15% de volume útil



Publicado em 18/04/2017, às 12:58


Rádio Jornal

[IMAGEM]

O volume da Barragem de Sobradinho, na Bahia, está em 15% do volume útil. Os dados foram divulgados pela Chesf no último dia 05 de abril. A contagem é medida a partir do volume morto. Dessa forma a estimativa é que a água esteja em 31% da capacidade total. O doutor em Meteorologia e professor da Univasf, Mário de Miranda, explica que as chuvas dos últimos dias não entraram nessa contagem, já que o último balanço foi do início do mês.

Apesar disso, Miranda acredita que por causa da evaporação o volume esteja por volta dos 30%. Ouça a entrevista completa:

[uolmais_audio 16194495]

» Redução da vazão de Sobradinho deve afetar produção de frutas no Vale
» "Está chovendo na bacia do São Francisco e 2017 deverá ser melhor", diz meteorologista

Seca

De acordo com o professor Mario de Miranda, a média é que a cada 26 anos tenha uma seca razoável. “Nos séculos 17 e 18 já haviam secas e na história existem períodos muito críticos”, afirma.