Audioteca | PROGRAMA MOVIMENTO

Família Solidária: adoção de irmãos


A coluna Atitude Adotiva trouxe esclarecimento sobre o que é e como funciona a estrutura da família solidária

Publicado em 23/06/2017, às 01:27


Rádio Jornal
Carol Santos

Os irmãos William (10), Rodrigo (8) e Kauã (7), adotados pelos franceses Descharles Olivier, 35 anos e Mathieu Guillaume, 32, em 2015.
Foto reprodução/tjrj.jus.br

Milhares de crianças e adolescentes esperam por pais adotivos. De acordo com o pai adotivo, assistente social e presidente do Grupo de Estudo e Apoio a Adoção (GEAD) de Olinda, 60% das crianças cadastradas possuem irmãos em mesma situação no processo. Para evitar a separação e incentivar que os menores fiquem sem família, a justiça criou o termo família solidária.



Ouça também:

»Você sabe a origem do São João?

»"Há vidas que nos tocam profundamente", diz o psicólogo Sylvio Ferreira

Confira a coluna na íntegra:

Dados do Colunista

"Atualmente o Cadastro Nacional de Adoção conta com 7.661 crianças e adolescentes disponíveis para adoção. Dentre essas, 60,36% tem irmãos, contudo, na direção contrária, torno de 66% dos pretendentes não aceitam grupos de irmãos. Como alternativa a evitar que essas crianças e adolescentes deixem de ter uma família em função da quantidade de irmãos que têm, com base no Art. 28 parágrafo 4° do ECA , a justiça possibilita a família solidária."


Audioteca

Família Solidária: adoção de irmãos



Publicado em 23/06/2017, às 01:27


Rádio Jornal
Carol Santos

[IMAGEM]

Milhares de crianças e adolescentes esperam por pais adotivos. De acordo com o pai adotivo, assistente social e presidente do Grupo de Estudo e Apoio a Adoção (GEAD) de Olinda, 60% das crianças cadastradas possuem irmãos em mesma situação no processo. Para evitar a separação e incentivar que os menores fiquem sem família, a justiça criou o termo família solidária.

Ouça também:

»Você sabe a origem do São João?

»"Há vidas que nos tocam profundamente", diz o psicólogo Sylvio Ferreira

Confira a coluna na íntegra:

[uolmais_audio 16251300]

Dados do Colunista

"Atualmente o Cadastro Nacional de Adoção conta com 7.661 crianças e adolescentes disponíveis para adoção. Dentre essas, 60,36% tem irmãos, contudo, na direção contrária, torno de 66% dos pretendentes não aceitam grupos de irmãos. Como alternativa a evitar que essas crianças e adolescentes deixem de ter uma família em função da quantidade de irmãos que têm, com base no Art. 28 parágrafo 4° do ECA , a justiça possibilita a família solidária."