Audioteca | ADOÇÃO

Família é importante para formação da criança


Durante o processo de aprendizado infantil é fundamental a participação da família na formação da criança

Publicado em 07/08/2017, às 23:57


Rádio Jornal

 

Foto: reproduçãointernet

A estrutura familiar é importante na formação dos filhos biológicos e adotivos. A participação contribui para o melhor desenvolvimento da criança. Sobre o assunto, o professor, coordenador do Grupo de apoio à Adoção (GAAP) do Paulista trouxe esclarecimentos.

Ouça a na íntegra:

“O que é uma família?"

Nos dicionários comuns consta que é o conjunto das pessoas relacionadas, por criação ou geneticamente, a alguém. Pai, mãe, filhos, avôs etc. Na etimologia, provém do Latim família, que significa o conjunto das propriedades de alguém, incluindo escravos e parentes; família vem de famulus, que significa escravo doméstico. Historicamente, a família é a instituição mais antiga entre os seres humanos. É o tipo de organização que predominou em muitas culturas.”



Em nossa família é onde aprendemos as primeiras regras que caracterizam nosso comportamento na sociedade. Respeito às leis, respeito ao outro, enfim, nossos direitos e deveres perante os outros. Ao longo dos tempos muitas outras instituições surgiram, mas nenhuma substituiu a família. Porém, tal instituição tem um significado social que vai além da questão genética. Muitas famílias se tornaram verdadeiras organizações comerciais, políticas e afetivas. Basta observar a formação das famílias adotivas. Integrando parentes sanguíneos e pessoas aceitas, o objetivo principal da instituição família é a união e proteção mútua.

Uma característica comum de tal instituição é que, socialmente falando, existe uma questão de escolha ou adaptação. Se um indivíduo não se identifica, ou não é aceito, pela família, ele pode escolher outra que o acolha. Ou mais, ele pode formar a sua própria família, de acordo com princípios próprios. Uma família, enquanto instituição social, não é limitada à consanguinidade, heterossexualidade, nível socioeconómico. O que faz de uma família uma família, é a união, o respeito, a compreensão. (texto baseado no artigo: a família como instituição)


Audioteca

Família é importante para formação da criança



Publicado em 07/08/2017, às 23:57


Rádio Jornal

 [IMAGEM]

A estrutura familiar é importante na formação dos filhos biológicos e adotivos. A participação contribui para o melhor desenvolvimento da criança. Sobre o assunto, o professor, coordenador do Grupo de apoio à Adoção (GAAP) do Paulista trouxe esclarecimentos.

Ouça a na íntegra:

[uolmais_audio 16284492]

“O que é uma família?"

Nos dicionários comuns consta que é o conjunto das pessoas relacionadas, por criação ou geneticamente, a alguém. Pai, mãe, filhos, avôs etc. Na etimologia, provém do Latim família, que significa o conjunto das propriedades de alguém, incluindo escravos e parentes; família vem de famulus, que significa escravo doméstico. Historicamente, a família é a instituição mais antiga entre os seres humanos. É o tipo de organização que predominou em muitas culturas.”

Em nossa família é onde aprendemos as primeiras regras que caracterizam nosso comportamento na sociedade. Respeito às leis, respeito ao outro, enfim, nossos direitos e deveres perante os outros. Ao longo dos tempos muitas outras instituições surgiram, mas nenhuma substituiu a família. Porém, tal instituição tem um significado social que vai além da questão genética. Muitas famílias se tornaram verdadeiras organizações comerciais, políticas e afetivas. Basta observar a formação das famílias adotivas. Integrando parentes sanguíneos e pessoas aceitas, o objetivo principal da instituição família é a união e proteção mútua.

Uma característica comum de tal instituição é que, socialmente falando, existe uma questão de escolha ou adaptação. Se um indivíduo não se identifica, ou não é aceito, pela família, ele pode escolher outra que o acolha. Ou mais, ele pode formar a sua própria família, de acordo com princípios próprios. Uma família, enquanto instituição social, não é limitada à consanguinidade, heterossexualidade, nível socioeconómico. O que faz de uma família uma família, é a união, o respeito, a compreensão. (texto baseado no artigo: a família como instituição)