Histórico

Rádio Jornal do Commercio, atualmente conhecida por Rádio Jornal é uma estação de rádio brasileira do Recife, Pernambuco. Foi fundada em 3 de julho de 1948, por F. Pessoa de Queiroz, empresário e político paraibano.

Fazia parte de um conglomerado de empresas jornalísticas, cujo carro-chefe era o Jornal do Commercio e do qual fazia parte também o Diário da Noite, fundado 2 anos antes, conglomerado este depois aumentado com a criação de empresas de radiodifusão nas principais cidades do interior pernambucano.

Seu slogan, Pernambuco Falando para o Mundo, era conhecido, porque a emissora iniciou com transmissores potentes em ondas curtas e médias, que alcançavam todo o mundo, na época a mais moderna estação de rádio do Brasil.

Alguns nomes conhecidos da cultura e jornalismo local fizeram parte de seu quadro inicial: Mário Sette, Valdemar de Oliveira, Fernando Castelão, Brivaldo Franklin, Edson Néri da Fonseca, Eurico Duarte etc.

Na década de 1970, a empresa entrou em crise financeira, quando fechou o Diário da Noite, e o controle acionário passou para o empresário João Carlos Paes Mendonça, do Grupo Bompreço. A emissora, então já sucateada, foi recuperada e retomou a liderança regional.

Hoje a emissora conta com comunicadores como Geraldo Freire, Ednaldo Santos, Graça Araújo, Paulo Roberto, Wagner Gomes, Ciro Bezerra, Marcelo Araújo, Clarissa Siqueira e Ismaela Silva.

Mesmo com estilo popular, tem boa parte da programação voltada ao jornalismo e à prestação de serviços, o que a torna uma das emissoras mais respeitadas no país.

Tem um acordo para utilizar o conteúdo da Rede Jovem Pan em Pernambuco, mas forma atualmente uma rede regional com programação própria transmitida do Recife (cabeça de rede) para cinco emissoras do Sistema Jornal do Commecio de Comunicação – SJCC no interior do estado: Caruaru, Garanhuns, Limoeiro, Pesqueira e Petrolina.

Em 1996 entrou na era da Internet, confirmando seu slogan. Foi a primeira emissora de rádio da América Latina a transmitir sua programação pela Web. Sua equipe esportiva é conhecida como o Escrete de Ouro. Por 17 anos, o locutor Adílson Couto foi o titular nas narrações esportivas. Com seu falecimento, em maio de 2009, Aroldo Costa assumiu o posto de narrador titular da Rádio Jornal. A emissora transmite o Campeonato Pernambucano de Futebol, a Copa Pernambuco, a Copa do Brasil, a Copa São Paulo de Juniores, o Campeonato Brasileiro de Futebol, a Copa Libertadores da América (quando há representantes de Pernambuco, caso de 2009, com o Sport) e acompanha a Seleção Brasileira de Futebol em amistosos, Copa América, Copa das Confederações, Eliminatórias da Copa do Mundo e Copa do Mundo FIFA. A rádio já adquiriu os direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. O slogan para comerciais com bola rolando é Rádio Jornal, Pernambuco em Primeiro Lugar.

Da era de ouro à Internet

A chegada da Rádio Jornal do Commercio ao Recife foi cercada pela suntuosidade de um veículo destinado às elites, como poucos no Brasil da década de 1940. Não foram economizados investimentos em equipamentos modernos que levassem a voz de Pernambuco aos quatro cantos do Mundo.

Prédios luxuosos, auditórios concorridos, roupas extravagantes e um sotaque britânico que levava informações do Estado para outros continentes. Da primeira vez em que foi usado o slogan ‘Pernambuco Falando para o Mundo’, em 3 de julho de 1948, até hoje, apenas o perfil da Rádio se modificou, ficando cada vez mais próxima do público. Mudou da era de ouro para a era da Internet, mas continua confirmando para todos que o seu slogan é cada vez mais atual.

As primeiras transmissões da Rádio Jornal

Ao meio-dia, estava no ar o primeiro programa da Rádio Jornal, o Protofonia. O programa exaltou a imprensa escrita e a radiofônica e deixou uma mensagem de boas vindas aos ouvintes, “levando a todos os recantos do mundo a mensagem fraterna do Rádio Jornal do Commercio, oferecendo uma visão magnífica do Brasil de hoje.”

Depois disso, a Rádio Jornal do Commercio passou a transmitir programas com meia hora de duração. Na programação, blocos com músicas românticas e modinhas. Os programas tinham nomes sugestivos como Acalantos: Músicas Leves e Suaves, que Levam ao Repouso.

A nova emissora teve como redatores e produtores figuras importantes da cultura pernambucana. Alguns nomes da época são Joel Pontes, Geraldo Mendonça, Lima Filho, Caio Souza Leão, Mário Sete, Valdemar de Oliveira, Edson Neri da Fonseca e Eurico Duarte.

ESPORTES – Em 1948, a Rádio Jornal do Commercio iniciou a sua transmissão de esportes. O primeiro programa a entrar no ar foi Esporte em Revista. Brivaldo Franklin e Fernando Castelão estavam na equipe esportiva da emissora, revezando entre apresentações de radioteatro, apresentação de comerciais e apresentação de notícias.