Notícia | QUEIXAS

Usuários do Posto de Saúde no Janga denunciam falta de medicamentos


Comunidade do Tururu, no Janga, recebe o Projeto Rádio do Povo, da Rádio Jornal, desde a última segunda-feira (15)

Publicado em 18/08/2016, às 15:55

Rádio Jornal
Foto: Edilson Santana/ Colaborador SJCC 


A saúde na comunidade do Tururu, no Janga, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, faz parte da lista das principais queixas levantadas pelo Rádio do Povo. Desde a última segunda-feira (15), os moradores recebem as atividades do projeto. 

Os usuários do Posto de Saúde Francisco Marcelo Dias, único da localidade, reclamam da inexistência de medicamentos na unidade. A auxiliar de pastelaria Silvana Pereira de Lima, diz que nem uma simples dipirona há no posto médico.     

Em nota, a Secretaria de Saúde do Paulista rebateu a informação. Segundo a assessoria, não está faltando medicamentos na Unidade de Saúde da Família Francisco Marcelo Dias, no Tururu, Janga. O abastecimento de Dipirona, inclusive, está normalizado. 

Outra queixa dos morados é com relação ao abastecimento de água. A existência de um reservatório da Compesa na comunidade do Tururu, no Janga, em Paulista, não é sinônimo de oferta regular de água. As pessoas dizem que passam até uma semana sem uma gota d’água nas torneiras. 

Estrutura do reservatório da Compesa está destruída

O presidente da Associação dos Moradores do Loteamento Jardim Justiça e Paz do Tururu, Farney de França, diz que o problema tem relação com a falta de manutenção no reservatório. Ele reclama que a estrutura apresenta rachaduras, ferragem oxidada, problemas elétricos, sem falar no matagal que toma conta do terreno onde fica o reservatório. 

Até o momento, a Compesa não se pronunciou sobre a denúncia. 

Recomendados para você

Comentários

Notícia

Usuários do Posto de Saúde no Janga denunciam falta de medicamentos



Publicado em 18/08/2016, às 15:55


Rádio Jornal
Foto: Edilson Santana/ Colaborador SJCC 


A saúde na comunidade do Tururu, no Janga, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife, faz parte da lista das principais queixas levantadas pelo Rádio do Povo. Desde a última segunda-feira (15), os moradores recebem as atividades do projeto. 

Os usuários do Posto de Saúde Francisco Marcelo Dias, único da localidade, reclamam da inexistência de medicamentos na unidade. A auxiliar de pastelaria Silvana Pereira de Lima, diz que nem uma simples dipirona há no posto médico.     

Em nota, a Secretaria de Saúde do Paulista rebateu a informação. Segundo a assessoria, não está faltando medicamentos na Unidade de Saúde da Família Francisco Marcelo Dias, no Tururu, Janga. O abastecimento de Dipirona, inclusive, está normalizado. 

Outra queixa dos morados é com relação ao abastecimento de água. A existência de um reservatório da Compesa na comunidade do Tururu, no Janga, em Paulista, não é sinônimo de oferta regular de água. As pessoas dizem que passam até uma semana sem uma gota d’água nas torneiras. 

Estrutura do reservatório da Compesa está destruída

O presidente da Associação dos Moradores do Loteamento Jardim Justiça e Paz do Tururu, Farney de França, diz que o problema tem relação com a falta de manutenção no reservatório. Ele reclama que a estrutura apresenta rachaduras, ferragem oxidada, problemas elétricos, sem falar no matagal que toma conta do terreno onde fica o reservatório. 

Até o momento, a Compesa não se pronunciou sobre a denúncia.