Notícia | ENTREVISTA

Ministro do TCU José Múcio Monteiro apoia PEC do teto dos gastos


TCU irá apresentar parecer sobre principais processos que analisam as chamadas pedaladas fiscais de Dilma

Publicado em 04/10/2016, às 09:55

Rádio Jornal
José Múcio Monteiro. Foto: Divulgação


Em entrevista ao quadro Passando A Limpo desta terça-feira (04) o ministro do Tribunal de Contas da União, José Múcio Monteiro, comentou os trâmites que serão julgados no TCU na quarta-feira (5). O tribunal irá apresentar parecer sobre os principais processos que analisam as chamadas pedaladas fiscais da ex-presidente Dilma. Pela manhã os ministros votam as contas de gestão de 2015 e à tarde o processo das "Pedaladas". Ainda que sem poder adiantar detalhes do parecer que será dado, José Múcio não deixou de destacar que se trata de "um relatório bastante denso".

José Múcio comentou ainda a situação dos gastos do país: "Do jeito que as contas do Brasil estão nós não saímos disso sem um choque qualquer, não escapamos de reforma da Previdência, corremos o risco de nossas aposentadorias não serem pagas no futuro", comenta Múcio e se posiociona em apoio à PEC do teto dos gastos defendendo "Essa questão dos gastos, doa ou não, tem que ter, porque pelas condições normais nenhum presidente administra esse país, nenhum governo fará o governo que nós precisamos", conclui.

Ouça aqui a entrevista completa:

 

Sobre as contas do governo Dilma em 2015, o ministro não confirmou se a tendência é que seja recomendada de fato a rejeição, mas contou que se pode comparar ao relatório das contas de 2014, quando diz que "mandou uma série de questionamentos e alguns foram acatados e outros não". Sobre as Pedaladas José Múcio concluiu: "os responsáveis terão suas penas nas pedaladas. Hoje estamos fechando nosso parecer". 

Recomendados para você

Comentários

Notícia

Ministro do TCU José Múcio Monteiro apoia PEC do teto dos gastos



Publicado em 04/10/2016, às 09:55


Rádio Jornal
José Múcio Monteiro. Foto: Divulgação


Em entrevista ao quadro Passando A Limpo desta terça-feira (04) o ministro do Tribunal de Contas da União, José Múcio Monteiro, comentou os trâmites que serão julgados no TCU na quarta-feira (5). O tribunal irá apresentar parecer sobre os principais processos que analisam as chamadas pedaladas fiscais da ex-presidente Dilma. Pela manhã os ministros votam as contas de gestão de 2015 e à tarde o processo das "Pedaladas". Ainda que sem poder adiantar detalhes do parecer que será dado, José Múcio não deixou de destacar que se trata de "um relatório bastante denso".

José Múcio comentou ainda a situação dos gastos do país: "Do jeito que as contas do Brasil estão nós não saímos disso sem um choque qualquer, não escapamos de reforma da Previdência, corremos o risco de nossas aposentadorias não serem pagas no futuro", comenta Múcio e se posiociona em apoio à PEC do teto dos gastos defendendo "Essa questão dos gastos, doa ou não, tem que ter, porque pelas condições normais nenhum presidente administra esse país, nenhum governo fará o governo que nós precisamos", conclui.

Ouça aqui a entrevista completa:

[uolmais 16015427] 

Sobre as contas do governo Dilma em 2015, o ministro não confirmou se a tendência é que seja recomendada de fato a rejeição, mas contou que se pode comparar ao relatório das contas de 2014, quando diz que "mandou uma série de questionamentos e alguns foram acatados e outros não". Sobre as Pedaladas José Múcio concluiu: "os responsáveis terão suas penas nas pedaladas. Hoje estamos fechando nosso parecer".