Escrete de Ouro | OPINIÃO

"Ninguém aposta em outro jogador a não ser em Cristiano", diz André


O comentarista André Luiz Cabral destacou o favoritismo do atleta Cristiano Ronaldo para a premiação da FIFA de melhores do mundo

Publicado em 09/01/2017, às 13:29

Rádio Jornal
Foto: AFP


A premiação dos melhores do mundo pela FIFA, que ocorre nesta segunda-feira (09) a partir das 14h30, horário local, na sede da entidade, em Zurique, na Suíça, foi destaque no comentário de André Luiz Cabral, durante a programação da Rádio Jornal.

De acordo com o radialista, Cristiano Ronaldo é o favorito para vencer o troféu de melhor atleta. “Ninguém aposta em outro jogador a não ser em Cristiano Ronaldo. Ele que já ganhou prêmio no Catá e a premiação máxima da revista France Football, deve fechar o trio com o troféu de melhor do mundo”, opinou.

Ainda segundo o comentarista, o desempenho do português na Eurocopa de 2016 foi 'impecável'. "Ganhou uma Eurocopa pela primeira vez na história de Portugal. Uma conquista inédita na qual mesmo machucado na final, levou o time praticamente nas costas e foi o grande personagem daquela competição. Então, com justiça, o prêmio deve ir para Portugal mais uma vez”, completou.

Ouça o comentário na íntegra:

 

Recomendados para você

Comentários

Escrete de Ouro

"Ninguém aposta em outro jogador a não ser em Cristiano", diz André



Publicado em 09/01/2017, às 13:29


Rádio Jornal
Foto: AFP


A premiação dos melhores do mundo pela FIFA, que ocorre nesta segunda-feira (09) a partir das 14h30, horário local, na sede da entidade, em Zurique, na Suíça, foi destaque no comentário de André Luiz Cabral, durante a programação da Rádio Jornal.

De acordo com o radialista, Cristiano Ronaldo é o favorito para vencer o troféu de melhor atleta. “Ninguém aposta em outro jogador a não ser em Cristiano Ronaldo. Ele que já ganhou prêmio no Catá e a premiação máxima da revista France Football, deve fechar o trio com o troféu de melhor do mundo”, opinou.

Ainda segundo o comentarista, o desempenho do português na Eurocopa de 2016 foi 'impecável'. "Ganhou uma Eurocopa pela primeira vez na história de Portugal. Uma conquista inédita na qual mesmo machucado na final, levou o time praticamente nas costas e foi o grande personagem daquela competição. Então, com justiça, o prêmio deve ir para Portugal mais uma vez”, completou.

Ouça o comentário na íntegra:

[uolmais_audio 16110408]