Notícia | PROJETO

Rádio do Povo: Gleide Ângelo conversa sobre violência contra a mulher


Delegada Gleide Ângelo falou sobre o assunto com moradores do Morro da Conceição no Dia Internacional da Mulher

Publicado em 08/03/2017, às 18:01

Rádio Jornal

Foto: Lorena Aquino/ SJCC

Dando continuidade às ações da Rádio do Povo, nesta primeira temporada de 2017, a Rádio Jornal desembarcou no Morro da Conceição, na Zona Norte do Recife.

Nesta quarta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, os moradores receberam a presença da delegada Gleide Ângelo, que ministrou uma palestra aberta ao público. Ela conversou sobre a Lei Maria da Penha e violência contra a mulher.

Gleide Ângelo costuma lidar com crimes contra a mulher desde que entrou na polícia, há quase 13 anos. Hoje, é titular da delegacia de Olinda e assina uma coluna semanal no NE10 chamada “A Mulher e a Lei”.

Ela destacou a importância conversar com as mulheres antes que a violência aconteça. “Quando a mulher chega na delegacia após uma violência, ela está totalmente destruída. O que você falar, ela não vai ouvir, não adianta. Hoje é diferente, as pessoas vieram ouvir. O bom dessa palestra é a prevenção do crime. Depois que ele acontece, fica mais difícil ela enxergar quem é o agressor”, explica.



Confira o recado que a delegada deixou para todas as mulheres:

 

Claudia Eduarda do Nascimento, de 26 anos, diz que se identificou muito com o tema. Com força e pé firme contra a violência, ela conta que deixou o marido depois que ele fez uma acusação injusta.

"Eu era casada, passei dois anos casada e eu mesma me separei. Eu era bem firme até o ponto de ele dizer que o meu ultimo filho não era dele. Mandei ele para a ponte que caiu e disse que poderia muito bem criar meus filhos sozinha. Hoje eu estou bem, muito melhor do que quando estava com ele”, garante.

Rádio do Povo

As atividades desta edição da Rádio do Povo seguem até sexta-feira, na Escola Municipal Júlio Vicente Alves de Araujo, das 9:00 às 16:00. Nesta quinta-feira (9), haverá uma palestra sobre primeiros socorros com o Samu, e na sexta-feira (10) será realizada a emissão de documentos de identificação.

Recomendados para você

Comentários

Notícia

Rádio do Povo: Gleide Ângelo conversa sobre violência contra a mulher



Publicado em 08/03/2017, às 18:01


Rádio Jornal

[IMAGEM]

Dando continuidade às ações da Rádio do Povo, nesta primeira temporada de 2017, a Rádio Jornal desembarcou no Morro da Conceição, na Zona Norte do Recife.

Nesta quarta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, os moradores receberam a presença da delegada Gleide Ângelo, que ministrou uma palestra aberta ao público. Ela conversou sobre a Lei Maria da Penha e violência contra a mulher.

Gleide Ângelo costuma lidar com crimes contra a mulher desde que entrou na polícia, há quase 13 anos. Hoje, é titular da delegacia de Olinda e assina uma coluna semanal no NE10 chamada “A Mulher e a Lei”.

Ela destacou a importância conversar com as mulheres antes que a violência aconteça. “Quando a mulher chega na delegacia após uma violência, ela está totalmente destruída. O que você falar, ela não vai ouvir, não adianta. Hoje é diferente, as pessoas vieram ouvir. O bom dessa palestra é a prevenção do crime. Depois que ele acontece, fica mais difícil ela enxergar quem é o agressor”, explica.

Confira o recado que a delegada deixou para todas as mulheres:

 

Claudia Eduarda do Nascimento, de 26 anos, diz que se identificou muito com o tema. Com força e pé firme contra a violência, ela conta que deixou o marido depois que ele fez uma acusação injusta.

"Eu era casada, passei dois anos casada e eu mesma me separei. Eu era bem firme até o ponto de ele dizer que o meu ultimo filho não era dele. Mandei ele para a ponte que caiu e disse que poderia muito bem criar meus filhos sozinha. Hoje eu estou bem, muito melhor do que quando estava com ele”, garante.

Rádio do Povo

As atividades desta edição da Rádio do Povo seguem até sexta-feira, na Escola Municipal Júlio Vicente Alves de Araujo, das 9:00 às 16:00. Nesta quinta-feira (9), haverá uma palestra sobre primeiros socorros com o Samu, e na sexta-feira (10) será realizada a emissão de documentos de identificação.