Notícia | PERNAMBUCANO 2017

Santa Cruz bate Salgueiro por 1x0 e fica na vantagem pra vaga na final


Em jogo equilibrado, Santa Cruz derrotou o Salgueiro por 1x0 no Arruda com maior público do campeonato. Jogo da volta, no sertão, é no próximo sábado

Publicado em 15/04/2017, às 20:38

Rádio Jornal
Rádio Jornal

Reprodução/Rádio Jornal

O Santa Cruz partiu na frente no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Pernambucano de 2017 ao bater o Salgueiro, no Arruda, neste sábado (15). Com vitória, o Santa pode jogar pelo empate na partida da volta no próximo sábado (22).

A partida foi marcada pelo equilíbrio e por lances perigosos dos dois lados. O público no estádio do Arruda, de 22 mil torcedores, foi o maior até agora registrado no Campeonato Pernambucano deste ano. o gol da vitória veio no segundo tempo, pelos pés de Anderson Salles. Escute na voz do "garganta de aço" do Escrete de Ouro da Rádio Jornal, Roberto Queiroz.

Primeiro tempo sem gols

O duelo entre Santa e Salgueiro foi duro e teve um primeiro tempo de 0x0. A equipe tricolor tentou partir pra cima e foi mais ofensiva, mas esbarrou na defesa do carcará.

Aos 27 minutos do primeiro tempo, o atacante Everton Santos, do Santa, chegou forte em Daniel e levou cartão amarelo. Já aos 40 minutos, foi Daniel Nazaré, do time sertanejo, quem levou o mesmo cartão por falta em cima de Thomás.

Após ter que se retrancar com o avanço do Salgueiro, o Santa foi mais ofensivo no finalzinho do primeiro tempo e chegou perto do gol Hallef Pitbull aos 46 minutos do primeiro tempo.

Segundo tempo com cobrança de pênalti

A segunda parte do jogo foi marcada por mais uma tentativa de arrancada do Santa. o atacante Pitbull novamente ficou perto do gol, no início da partida, mas novamente sem sucesso. A partida, contudo, chegava no momento dos lances mais perigosos.

Aos nove minutos do segundo tempo, Anderson Salles cobra falta e o goleiro Mondragon espalma para escanteio. Aos 11 minutos, temperatura máxima: o jogador Tamandaré, do Salgueiro, empurrou Tiago Costa originando um pênalti. E Anderson Salles não perdoou e marcou aquele que seria o gol da vitória.



Nos mais de vinte minutos restantes, o Santa Cruz recuou e conseguiu segurar as ineficientes investidas do Santa Cruz. Mantendo a temperatura morna do jogo, o tricolor do Arruda conseguiu segurar o placar de 1x0 e parte na frente no jogo da volta da semifinal no próximo sábado (22), desta vez no estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro. Uma vitória simples ou um empate garantem a classificação do Santa para a grande final.

Arbitragem

Autor do gol

Na saída do campo, Anderson Salles conversou com o repórter Leonardo Boris. Para ele, o diferencial da partida foi a doação do time. "A gente sabia que seria difícil, a equipe deles fez a melhor campanha do campeonato. Nós batalhamos, brigamos até o final", disse. "Mas não tem nada ganho. precisamos levantar a cabeça que no sábado que vem vai ser mais difícil ainda", ponderou o zagueiro.

Sem favoritismo

O técnico do Santa Cruz, Vinícius Eutrópio comemora vitória do time sobre o Salgueiro, mas minimizou vantagem para jogo da volta. Ouça a entrevista completa:

Bom público

Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

O destaque da partida foi mesmo para o bom público do Santa Cruz. Foram mais de 22 mil torcedores, com uma renda de R$ 196.750. Essa é a melhor marca do Campeonato Pernambucano 2017 até aqui. O torneio vem sendo marcado pelo número pequeno de torcedores, com uma média na pálida marca dos 3.157 torcedores por jogo.

» Campeonato Pernambucano não tem torcida e estádios estão às moscas

Ficha técnica

SANTA CRUZ: Julio César; Vitor, Anderson Salles, Bruno Silva e Tiago Costa; David, Gino, Thomás (Elicarlos) e Pereira (Leo Costa); Everton Santos (André Luís) e Halef Pitbull. Técnico: Vinícius Eutrópio.

SALGUEIRO: Mondragon; Marcos Tamandaré, Ranieri, Luiz Eduardo e Daniel; Rodolfo, Moreilândia, Toty e Valdeir; Paulo Vitor (Jean Carlos) e Willian Lira. Técnico: Evandro Guimarães.

Cartões amarelos: Everton Santos, Leo Costa e Vitor (SAN); Daniel, Rodolfo Potiguar e Moreilândia (SAL).

Árbitro: Deborah Cecília. Assistentes: Fabrício Leite e Francisco Chaves.

Local: Arruda.

Público: 22.056 torcedores. Renda: R$ 196.750,00.


Recomendados para você

Publicidade

Comentários

Notícia

Santa Cruz bate Salgueiro por 1x0 e fica na vantagem pra vaga na final



Publicado em 15/04/2017, às 20:38


Rádio Jornal
Rádio Jornal

[IMAGEM]

O Santa Cruz partiu na frente no primeiro jogo da semifinal do Campeonato Pernambucano de 2017 ao bater o Salgueiro, no Arruda, neste sábado (15). Com vitória, o Santa pode jogar pelo empate na partida da volta no próximo sábado (22).

A partida foi marcada pelo equilíbrio e por lances perigosos dos dois lados. O público no estádio do Arruda, de 22 mil torcedores, foi o maior até agora registrado no Campeonato Pernambucano deste ano. o gol da vitória veio no segundo tempo, pelos pés de Anderson Salles. Escute na voz do "garganta de aço" do Escrete de Ouro da Rádio Jornal, Roberto Queiroz.

[uolmais_audio 16192601]

Primeiro tempo sem gols

O duelo entre Santa e Salgueiro foi duro e teve um primeiro tempo de 0x0. A equipe tricolor tentou partir pra cima e foi mais ofensiva, mas esbarrou na defesa do carcará.

Aos 27 minutos do primeiro tempo, o atacante Everton Santos, do Santa, chegou forte em Daniel e levou cartão amarelo. Já aos 40 minutos, foi Daniel Nazaré, do time sertanejo, quem levou o mesmo cartão por falta em cima de Thomás.

Após ter que se retrancar com o avanço do Salgueiro, o Santa foi mais ofensivo no finalzinho do primeiro tempo e chegou perto do gol Hallef Pitbull aos 46 minutos do primeiro tempo.

Segundo tempo com cobrança de pênalti

A segunda parte do jogo foi marcada por mais uma tentativa de arrancada do Santa. o atacante Pitbull novamente ficou perto do gol, no início da partida, mas novamente sem sucesso. A partida, contudo, chegava no momento dos lances mais perigosos.

Aos nove minutos do segundo tempo, Anderson Salles cobra falta e o goleiro Mondragon espalma para escanteio. Aos 11 minutos, temperatura máxima: o jogador Tamandaré, do Salgueiro, empurrou Tiago Costa originando um pênalti. E Anderson Salles não perdoou e marcou aquele que seria o gol da vitória.

[uolmais_audio 16192601]

Nos mais de vinte minutos restantes, o Santa Cruz recuou e conseguiu segurar as ineficientes investidas do Santa Cruz. Mantendo a temperatura morna do jogo, o tricolor do Arruda conseguiu segurar o placar de 1x0 e parte na frente no jogo da volta da semifinal no próximo sábado (22), desta vez no estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro. Uma vitória simples ou um empate garantem a classificação do Santa para a grande final.

Arbitragem

[uolmais_audio 16192697]

Autor do gol

Na saída do campo, Anderson Salles conversou com o repórter Leonardo Boris. Para ele, o diferencial da partida foi a doação do time. "A gente sabia que seria difícil, a equipe deles fez a melhor campanha do campeonato. Nós batalhamos, brigamos até o final", disse. "Mas não tem nada ganho. precisamos levantar a cabeça que no sábado que vem vai ser mais difícil ainda", ponderou o zagueiro.

[uolmais_audio 16192628]

Sem favoritismo

O técnico do Santa Cruz, Vinícius Eutrópio comemora vitória do time sobre o Salgueiro, mas minimizou vantagem para jogo da volta. Ouça a entrevista completa:

[uolmais_audio 16192693]

Bom público

[IMAGEM2]

O destaque da partida foi mesmo para o bom público do Santa Cruz. Foram mais de 22 mil torcedores, com uma renda de R$ 196.750. Essa é a melhor marca do Campeonato Pernambucano 2017 até aqui. O torneio vem sendo marcado pelo número pequeno de torcedores, com uma média na pálida marca dos 3.157 torcedores por jogo.

» Campeonato Pernambucano não tem torcida e estádios estão às moscas

Ficha técnica

SANTA CRUZ: Julio César; Vitor, Anderson Salles, Bruno Silva e Tiago Costa; David, Gino, Thomás (Elicarlos) e Pereira (Leo Costa); Everton Santos (André Luís) e Halef Pitbull. Técnico: Vinícius Eutrópio.

SALGUEIRO: Mondragon; Marcos Tamandaré, Ranieri, Luiz Eduardo e Daniel; Rodolfo, Moreilândia, Toty e Valdeir; Paulo Vitor (Jean Carlos) e Willian Lira. Técnico: Evandro Guimarães.

Cartões amarelos: Everton Santos, Leo Costa e Vitor (SAN); Daniel, Rodolfo Potiguar e Moreilândia (SAL).

Árbitro: Deborah Cecília. Assistentes: Fabrício Leite e Francisco Chaves.

Local: Arruda.

Público: 22.056 torcedores. Renda: R$ 196.750,00.