Notícia | REPERCUSSÃO

“Não houve doação alguma para Pernambuco”, garante líder do governo


O deputado estadual Isaltino Nascimento, líder do PSB na Alepe, saiu em defesa do governador de Pernambuco Paulo Câmara

Publicado em 19/05/2017, às 21:12

Rádio Jornal

Foto: Divulgação/Alepe

O líder do Governo na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Isaltino Nascimento (PSB), falou ao Programa Movimento na noite desta sexta-feira (19), após vir à tona a delação de um dos empresários da JBS, que afirma o pedido de propina por parte do governador de Pernambuco Paulo Câmara e do prefeito do Recife Geraldo Julio, para a campanha eleitoral de 2014.



O parlamentar disse que a informação sobre as negociações em relação a propina é falaciosa e reforça a posição do governador Paulo Câmara, que afirmou por meio de nota, que a doação nunca aconteceu. “Do ponto de vista do governo estamos tranquilos em relação a essa questão. Somos uma gestão séria”, disse.

Ouça a entrevista completa

Leia também

"Se necessário pediremos o impeachment do governador", diz deputado


Recomendados para você

Comentários

Notícia

“Não houve doação alguma para Pernambuco”, garante líder do governo



Publicado em 19/05/2017, às 21:12


Rádio Jornal

[IMAGEM]

O líder do Governo na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Isaltino Nascimento (PSB), falou ao Programa Movimento na noite desta sexta-feira (19), após vir à tona a delação de um dos empresários da JBS, que afirma o pedido de propina por parte do governador de Pernambuco Paulo Câmara e do prefeito do Recife Geraldo Julio, para a campanha eleitoral de 2014.

O parlamentar disse que a informação sobre as negociações em relação a propina é falaciosa e reforça a posição do governador Paulo Câmara, que afirmou por meio de nota, que a doação nunca aconteceu. “Do ponto de vista do governo estamos tranquilos em relação a essa questão. Somos uma gestão séria”, disse.

Ouça a entrevista completa
[uolmais_audio 16222208]

Leia também

"Se necessário pediremos o impeachment do governador", diz deputado