Notícia | MOBILIDADE

Mudança no TI Cavaleiro gera confusão nos passageiros


O TI Cavaleiro atende a 4,5 mil passageiros por dia e, a partir de agora, quem precisar utilizar a integração precisará ter obrigatoriamente o VEM

Publicado em 17/07/2017, às 15:11

Rádio Jornal

Foto: Reprodução/ Google Street View

No Terminal Integrado de Cavaleiro, em Jaboatão dos Guararapes, no primeiro dia útil após a implantação da integração temporal os passageiros ainda sentem dificuldades para entender as mudanças nas seis linhas que atendem o espaço.

Agora é necessário ter VEM (Vale Eletrônico Metropolitano) para utilizar a integração que atende a 4,5 mil por dia em seis linhas. De acordo com o Grande Recife Consórcio de Transporte, a integração temporária implantada no T.I. Cavaleiro desde o último sábado (15), permite que a integração entre metrô/ônibus e ônibus/metrô em um intervalo de duas horas com uma única passagem paga com o VEM. É o que garante o André Melibeu, gerente de operações do Grande Recife.

Na prática, o que se viu foram pessoas sem informação e com prejuízos que incluíam pagar duas passagens e adquirir o VEM de última hora, caso do ambulante Deny Moraes. O pintor de automóveis Flávio Galdino, foi surpreendido ao desembarcar no TI de Cavaleiro.



Confira os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:

 

Operação 

Em nota enviada à Rádio Jornal, o Grande Recife Consórcio de Transporte informou que os problemas pontuais estão sendo solucionados e a operação está sendo acompanhada, já que se trata da primeira semana da mudança.

Além das linhas Zumbi do Pacheco/Ti Cavaleiro, TI Jaboatão/TI Cavaleiro, Alto do Vento/TI Cavaleiro, Dois Carneiros/TI Cavaleiro, Quitandinha/TI Cavaleiro e Loteamento Nova Esperança/TI Cavaleiro, outras 15 listadas no site do órgão gestor também farão integração temporal.


Recomendados para você

Comentários

Notícia

Mudança no TI Cavaleiro gera confusão nos passageiros



Publicado em 17/07/2017, às 15:11


Rádio Jornal

[IMAGEM]

No Terminal Integrado de Cavaleiro, em Jaboatão dos Guararapes, no primeiro dia útil após a implantação da integração temporal os passageiros ainda sentem dificuldades para entender as mudanças nas seis linhas que atendem o espaço.

Agora é necessário ter VEM (Vale Eletrônico Metropolitano) para utilizar a integração que atende a 4,5 mil por dia em seis linhas. De acordo com o Grande Recife Consórcio de Transporte, a integração temporária implantada no T.I. Cavaleiro desde o último sábado (15), permite que a integração entre metrô/ônibus e ônibus/metrô em um intervalo de duas horas com uma única passagem paga com o VEM. É o que garante o André Melibeu, gerente de operações do Grande Recife.

Na prática, o que se viu foram pessoas sem informação e com prejuízos que incluíam pagar duas passagens e adquirir o VEM de última hora, caso do ambulante Deny Moraes. O pintor de automóveis Flávio Galdino, foi surpreendido ao desembarcar no TI de Cavaleiro.

Confira os detalhes na reportagem de Rafael Carneiro:

[uolmais_audio 16270523] 

Operação 

Em nota enviada à Rádio Jornal, o Grande Recife Consórcio de Transporte informou que os problemas pontuais estão sendo solucionados e a operação está sendo acompanhada, já que se trata da primeira semana da mudança.

Além das linhas Zumbi do Pacheco/Ti Cavaleiro, TI Jaboatão/TI Cavaleiro, Alto do Vento/TI Cavaleiro, Dois Carneiros/TI Cavaleiro, Quitandinha/TI Cavaleiro e Loteamento Nova Esperança/TI Cavaleiro, outras 15 listadas no site do órgão gestor também farão integração temporal.