Notícia | CORRUPÇÃO

Mesmo com denúncia rejeitada, deputados querem investigação de Temer


Apesar de serem de lados diferentes, deputados da situação e oposição defendem que rejeição da denúncia contra Temer na Câmara não foi melhor caminho

Publicado em 03/08/2017, às 10:30

Passando a Limpo
Rádio Jornal

Foto: Wilson Dias/Agencia Brasil
Foto: Wilson Dias/Agencia Brasil

A denúncia contra o presidente Michel Temer foi arquivada após votação na Câmara dos Deputados em votação nesta quarta-feira (02). Apesar de fazer parte da base aliada, o deputado federal Daniel Coelho (PSDB) votou em favor do prosseguimento da investigação. Já o deputado federal Carlos Zarattini (PT), líder do partido na Casa, acredita que Temer conseguiu escapar pelos benefícios concedidos aos parlamentares.

Nesta quinta-feira (03) a votação na Câmara foi o tema do Passando a Limpo que contou com a participação do comunicador Wagner Gomes, do diretor de redação do Jornal do Commercio, Laurindo Ferreira, do coordenador do Comitê de Conteúdo do Sistema Jornal do Commercio, Ivanildo Sampaio, e do correspondente da Rádio Jornal em Brasília, Romoaldo de Souza. O cientista político Adriano Oliveira ainda fez uma avaliação sobre os encaminhamentos após a denúncia ter sido rejeitada.



Ouça o bate-papo completo abaixo:

Entenda a votação

A Câmara dos Deputados precisava aprovar o seguimento da denúncia, por 2/3 dos seus membros, ou seja, 342 dos 531 deputados federais. Se a Câmara tivesse aceitado a denúncia e fosse apreciada pelo plenário do Supremo Tribunal Federal o presidente viraria réu e ficaria afastado por até 180 dias.


Recomendados para você

Comentários

Notícia

Mesmo com denúncia rejeitada, deputados querem investigação de Temer



Publicado em 03/08/2017, às 10:30


Passando a Limpo
Rádio Jornal

[IMAGEM]

A denúncia contra o presidente Michel Temer foi arquivada após votação na Câmara dos Deputados em votação nesta quarta-feira (02). Apesar de fazer parte da base aliada, o deputado federal Daniel Coelho (PSDB) votou em favor do prosseguimento da investigação. Já o deputado federal Carlos Zarattini (PT), líder do partido na Casa, acredita que Temer conseguiu escapar pelos benefícios concedidos aos parlamentares.

Nesta quinta-feira (03) a votação na Câmara foi o tema do Passando a Limpo que contou com a participação do comunicador Wagner Gomes, do diretor de redação do Jornal do Commercio, Laurindo Ferreira, do coordenador do Comitê de Conteúdo do Sistema Jornal do Commercio, Ivanildo Sampaio, e do correspondente da Rádio Jornal em Brasília, Romoaldo de Souza. O cientista político Adriano Oliveira ainda fez uma avaliação sobre os encaminhamentos após a denúncia ter sido rejeitada.

Ouça o bate-papo completo abaixo:

[uolmais_ 16283739]

Entenda a votação

A Câmara dos Deputados precisava aprovar o seguimento da denúncia, por 2/3 dos seus membros, ou seja, 342 dos 531 deputados federais. Se a Câmara tivesse aceitado a denúncia e fosse apreciada pelo plenário do Supremo Tribunal Federal o presidente viraria réu e ficaria afastado por até 180 dias.