Notícia | ATENTADO

"Dizia para o meu filho que aqui não tinha perigo", diz pernambucana em Barcelona


Emocionada, a jornalista pernambucana Taíza Brito disse à Rádio Jornal que "o medo paira no ar", mas que estava tranquila nos últimos dias

Publicado em 18/08/2017, às 09:33

Rádio Jornal

Foto: José Cruz/AFP

"Expliquei ao meu filho que não precisava ter medo, pois aqui não havia perigo". Essa declaração é da jornalista pernambucana Taíza Brito, moradora de Barcelona há 2 anos e meio, que estava em casa nessa quinta-feira (17) no momento em que uma van branca invadiu uma área turística da cidade e trouxe o clima de pânico a todos os espanhóis. 

Ela disse à Rádio Jornal, na manhã desta sexta-feira (18), que estava tranquila nos últimos dias. "O medo sempre paira no ar e sempre andei com medo, pois sou medrosa por natureza. Como sabia que existia alerta número quatro, ficava com medo. Mas nos últimos dias andava tranquila e nesses lugares tem muitos policiais armados e meu filho perguntava o motivo das armas e eu expliquei sobre o terrorismo a ele e disse para não ter medo, porque Barcelona estava lotada, porque pensava não haver perigo", disse.

A polícia confirmou o ataque terrorista na La Rambla, via que recebe milhares de pedestres, sobretudo turistas. Nesta sexta, o número de pessoas mortas nos atentados jihadistas da região espanhola da Catalunha aumentou para 14,  depois da morte de uma mulher ferida no atropelamento de Cambrils. Outras 100 pessoas ficaram feridas. "Participei da manifestação e as pessoas estavam e começaram a gritar não temos medo e foi bastante emocionante", comentou Taíza.



Ouça a entrevista na íntegra com Taíza Brito direto de Barcelona

Taíza falou durante o programa Passando a limpo da Rádio Jornal; ouça na íntegra:


Recomendados para você

Comentários

Notícia

"Dizia para o meu filho que aqui não tinha perigo", diz pernambucana em Barcelona



Publicado em 18/08/2017, às 09:33


Rádio Jornal

[IMAGEM]

"Expliquei ao meu filho que não precisava ter medo, pois aqui não havia perigo". Essa declaração é da jornalista pernambucana Taíza Brito, moradora de Barcelona há 2 anos e meio, que estava em casa nessa quinta-feira (17) no momento em que uma van branca invadiu uma área turística da cidade e trouxe o clima de pânico a todos os espanhóis. 

Ela disse à Rádio Jornal, na manhã desta sexta-feira (18), que estava tranquila nos últimos dias. "O medo sempre paira no ar e sempre andei com medo, pois sou medrosa por natureza. Como sabia que existia alerta número quatro, ficava com medo. Mas nos últimos dias andava tranquila e nesses lugares tem muitos policiais armados e meu filho perguntava o motivo das armas e eu expliquei sobre o terrorismo a ele e disse para não ter medo, porque Barcelona estava lotada, porque pensava não haver perigo", disse.

A polícia confirmou o ataque terrorista na La Rambla, via que recebe milhares de pedestres, sobretudo turistas. Nesta sexta, o número de pessoas mortas nos atentados jihadistas da região espanhola da Catalunha aumentou para 14,  depois da morte de uma mulher ferida no atropelamento de Cambrils. Outras 100 pessoas ficaram feridas. "Participei da manifestação e as pessoas estavam e começaram a gritar não temos medo e foi bastante emocionante", comentou Taíza.

Ouça a entrevista na íntegra com Taíza Brito direto de Barcelona

Taíza falou durante o programa Passando a limpo da Rádio Jornal; ouça na íntegra: