Notícia | Operação Novo Tempo

Polícia prende 34 suspeitos em operação em Timbaúba


Operação Novo Tempo desarticulou três organizações criminosas em Timbaúba, na Mata Norte de Pernambuco

Publicado em 18/08/2017, às 14:39

Rádio Jornal

Reprodução/Internet Reprodução/Internet
Reprodução/Internet

34 prisões e 10 apreensão de menores foram contabilizadas durante esta sexta-feira (18) em ações da Operação Novo Tempo, deflagrada pela Polícia Civil em Timbaúba, na Mata Norte de Pernambuco. Os suspeitos são acusados de integrar três organizações criminosas que atuavam na cidade do interior do estado, acusadas de pelo menos 22 homicídios no último ano. 



O delegado Rodolfo Cartacho, responsável pela investigação, conta a ação da polícia deve diminuir os índices de violência na cidade. "Identificamos que eles têm mais rivalidade do que ligação. Alguns dos homicídios foram por disputas dessas três organizações criminosas. Elas atuavam principalmente nos crimes de tráfico de drogas, homicídios, roubos e tráfico de armas e munições. Quando iniciamos a investigação pensamos que a cidade era conhecida como 'Cidade do Medo', e esperamos que, com essa operação, a cidade possa viver um novo tempo".

Um dos líderes das quadrilhas comandavam as ações de dentro do presídio, diz delegado

As 34 pessoas presas foram encaminhadas para as penitenciárias de Limoeiro, Igarassu e também para a colônia penal feminina. 


Recomendados para você

Comentários

Notícia

Polícia prende 34 suspeitos em operação em Timbaúba



Publicado em 18/08/2017, às 14:39


Rádio Jornal

[IMAGEM]

34 prisões e 10 apreensão de menores foram contabilizadas durante esta sexta-feira (18) em ações da Operação Novo Tempo, deflagrada pela Polícia Civil em Timbaúba, na Mata Norte de Pernambuco. Os suspeitos são acusados de integrar três organizações criminosas que atuavam na cidade do interior do estado, acusadas de pelo menos 22 homicídios no último ano. 

O delegado Rodolfo Cartacho, responsável pela investigação, conta a ação da polícia deve diminuir os índices de violência na cidade. "Identificamos que eles têm mais rivalidade do que ligação. Alguns dos homicídios foram por disputas dessas três organizações criminosas. Elas atuavam principalmente nos crimes de tráfico de drogas, homicídios, roubos e tráfico de armas e munições. Quando iniciamos a investigação pensamos que a cidade era conhecida como 'Cidade do Medo', e esperamos que, com essa operação, a cidade possa viver um novo tempo".

Um dos líderes das quadrilhas comandavam as ações de dentro do presídio, diz delegado

As 34 pessoas presas foram encaminhadas para as penitenciárias de Limoeiro, Igarassu e também para a colônia penal feminina.