Notícia | SAÚDE MENTAL

Diagnosticada com síndrome do pânico, mulher conta que “sensação é de estar morrendo”


No Consultório do Rádio Livre desta segunda-feira (28) a psiquiatra Cláudia Pires e a paciente Maria do Socorro falaram sobre a síndrome do pânico

Publicado em 28/08/2017, às 18:01

Rádio Jornal

Foto: Reprodução/ Internet

O Consultório do Rádio Livre desta segunda-feira (28) discute a síndrome do pânico, um transtorno de ansiedade que gera preocupação excessiva e ataques de medo a todo tempo. O problema, que afeta o padre Fábio de Melo, é enfrentado por outros seis milhões de brasileiros.

Ismaela Silva entrevistou a psiquiatra Cláudia Pires e a fundadora da Associação dos Amigos dos Pacientes do Pânico de Pernambuco, Maria do Socorro Capiberibe.

Geralmente, segundo os médicos, as crises acontecem a partir de “um gatilho”, que é um fato estressor que gere aquela primeira crise do pânico.



Acometida pela síndrome do pânico, Socorro conta como foi a primeira vez que teve uma crise, aos 22 anos. “Foi numa época tranquila da minha vida, eu estava de férias com meu marido e minha filhinha e viajando. Estava num momento muito bom na minha vida. De repente, eu fui acometida por uma crise muito rica em sintomas, muito forte em sintomas”, relatou. “Eu tive um taquicardia, fiquei pálida, com lábios roxos, suando frio, com as mãos geladas, tremendo e um pouco dormente e a sensação de que ia desmaiar. A sensação que a gente sente é que está morrendo”, desabafou a mulher, contando que em momento algum imaginou que pudesse ser algo relacionado ao psicológico.

Segundo a psiquiatra, um problema na família ou um trauma grande pode desencadear o problema. Mas nem todo mundo tem os gatilhos. “Mesmo sem ter um fato ou uma preocupação você começa a desencadear esses sintomas. Aí você já vai dizer que é uma síndrome ou um transtorno que tem que haver tratamento, porque ninguém aguenta viver assim”, contou a psiquiatra.

Durante o programa, as convidadas falaram sobre tratamentos, como conviver com a doença e a importância de não ignorar os sintomas.

Ouça o programa completo e tire dúvidas sobre a síndrome do pânico:


Recomendados para você

Comentários

Notícia

Diagnosticada com síndrome do pânico, mulher conta que “sensação é de estar morrendo”



Publicado em 28/08/2017, às 18:01


Rádio Jornal

[IMAGEM]

O Consultório do Rádio Livre desta segunda-feira (28) discute a síndrome do pânico, um transtorno de ansiedade que gera preocupação excessiva e ataques de medo a todo tempo. O problema, que afeta o padre Fábio de Melo, é enfrentado por outros seis milhões de brasileiros.

Ismaela Silva entrevistou a psiquiatra Cláudia Pires e a fundadora da Associação dos Amigos dos Pacientes do Pânico de Pernambuco, Maria do Socorro Capiberibe.

Geralmente, segundo os médicos, as crises acontecem a partir de “um gatilho”, que é um fato estressor que gere aquela primeira crise do pânico.

Acometida pela síndrome do pânico, Socorro conta como foi a primeira vez que teve uma crise, aos 22 anos. “Foi numa época tranquila da minha vida, eu estava de férias com meu marido e minha filhinha e viajando. Estava num momento muito bom na minha vida. De repente, eu fui acometida por uma crise muito rica em sintomas, muito forte em sintomas”, relatou. “Eu tive um taquicardia, fiquei pálida, com lábios roxos, suando frio, com as mãos geladas, tremendo e um pouco dormente e a sensação de que ia desmaiar. A sensação que a gente sente é que está morrendo”, desabafou a mulher, contando que em momento algum imaginou que pudesse ser algo relacionado ao psicológico.

Segundo a psiquiatra, um problema na família ou um trauma grande pode desencadear o problema. Mas nem todo mundo tem os gatilhos. “Mesmo sem ter um fato ou uma preocupação você começa a desencadear esses sintomas. Aí você já vai dizer que é uma síndrome ou um transtorno que tem que haver tratamento, porque ninguém aguenta viver assim”, contou a psiquiatra.

Durante o programa, as convidadas falaram sobre tratamentos, como conviver com a doença e a importância de não ignorar os sintomas.

Ouça o programa completo e tire dúvidas sobre a síndrome do pânico:

[uolmais_audio 16300931]

[uolmais_audio 16300932]

[uolmais_audio 16300934]

[uolmais_audio 16300936]