Notícia | SANTA CRUZ

"Sempre tive motivação para trabalhar no Santa Cruz", diz Martelotte


O novo técnico do time coral afirmou que vai procurar ajudar para que resolva a situação financeira do clube

Publicado em 29/08/2017, às 16:16

Rádio Jornal

Foto: Reprodução/ Twitter Santa Cruz

O novo técnico do Santa Cruz, Marcelo Martelotte, foi apresentado oficialmente pelo clube na tarde desta terça-feira (29). Essa é a 5ª vez que ele atua no clube coral - duas vezes como jogador e três como técnico - em tom de brincadeira ele afirmou que agora se associou ao Santa e completou "Vou levar essa carteirinha pra sempre".

Perguntado sobre os desafios futuros, Martelotte comparou a atual missão com a primeira vez que ele atuou no Mais Querido em 1993. “Se tivesse que comparar esse desafio agora, esse momento e esse período que a gente tem até o final da competição, eu compararia até com a primeira vez que eu tive no Santa Cruz como jogador em 1993. Onde eu também vim com um contrato de três meses, era um segundo turno do Campeonato Pernambucano, também em uma situação difícil naquele momento porque o time não tinha ido bem no primeiro turno do campeonato, e em 90 dias a gente chegou aos nossos objetivos."



Zona de rebaixamento

Martelotte afirmou que o time precisa elevar o nível de atuação para alcançar os resultados. E sobre o time estar na zona de rebaixamento, ele afirmou que sempre teve muita motivação para trabalhar no time coral. "Independente de situação, de competição. Eu não levo muito em consideração o fato de o Santa hoje estar na zona de rebaixamento." O técnico coral acredita na qualidade e no potencial do grupo.

Santa sem dinheiro

Sobre a crise financeira que o Santa Cruz enfrenta, ele diz vai procurar ajudar no que for possível para que resolva a situação do clube. "É lógico que a gente tem do presidente, da diretoria, uma promessa de que vai se correr atrás para que seja resolvido essa situação. Mas são coisas que caminham paralelas," e completou "A atuação do técnico é aqui, dentro do vestiário, no campo, no treinamento, na parte técnica."

Confira a coletiva completa:


Recomendados para você

Comentários

Notícia

"Sempre tive motivação para trabalhar no Santa Cruz", diz Martelotte



Publicado em 29/08/2017, às 16:16


Rádio Jornal

[IMAGEM]

O novo técnico do Santa Cruz, Marcelo Martelotte, foi apresentado oficialmente pelo clube na tarde desta terça-feira (29). Essa é a 5ª vez que ele atua no clube coral - duas vezes como jogador e três como técnico - em tom de brincadeira ele afirmou que agora se associou ao Santa e completou "Vou levar essa carteirinha pra sempre".

Perguntado sobre os desafios futuros, Martelotte comparou a atual missão com a primeira vez que ele atuou no Mais Querido em 1993. “Se tivesse que comparar esse desafio agora, esse momento e esse período que a gente tem até o final da competição, eu compararia até com a primeira vez que eu tive no Santa Cruz como jogador em 1993. Onde eu também vim com um contrato de três meses, era um segundo turno do Campeonato Pernambucano, também em uma situação difícil naquele momento porque o time não tinha ido bem no primeiro turno do campeonato, e em 90 dias a gente chegou aos nossos objetivos."

Zona de rebaixamento

Martelotte afirmou que o time precisa elevar o nível de atuação para alcançar os resultados. E sobre o time estar na zona de rebaixamento, ele afirmou que sempre teve muita motivação para trabalhar no time coral. "Independente de situação, de competição. Eu não levo muito em consideração o fato de o Santa hoje estar na zona de rebaixamento." O técnico coral acredita na qualidade e no potencial do grupo.

Santa sem dinheiro

Sobre a crise financeira que o Santa Cruz enfrenta, ele diz vai procurar ajudar no que for possível para que resolva a situação do clube. "É lógico que a gente tem do presidente, da diretoria, uma promessa de que vai se correr atrás para que seja resolvido essa situação. Mas são coisas que caminham paralelas," e completou "A atuação do técnico é aqui, dentro do vestiário, no campo, no treinamento, na parte técnica."

Confira a coletiva completa:

[uolmais_audio 16301682]