Escrete de Ouro | Entrevista

Tininho muda o tom e diz que cobrança no Santa Cruz tem que ser 'na dose certa'


Após cobrar respeito com a torcida do Santa Cruz e vontade dos atletas, Constantino Júnior pregou uma dose certa de exigência aos plantel coral

Publicado em 12/09/2017, às 13:58

Rádio Jornal

André Nery/JC Imagem

Após cobrar vontade do plantel do Santa Cruz, o vice do clube tricolor, Constantino Júnior, afirmou que a cobrança ao elenco coral 'tem que ser na dose certa'. Em entrevista à Rádio Jornal na manhã desta terça-feira (12), o dirigente disse que as exigências são benéficas ao desempenho dos jogadores, que podem garantir uma boa projeção no cenário do futebol. 

"É uma dose que precisa ter a sensibilidade do lado humano do atleta. Quando falamos desse tipo de cobrança é até melhor para desempenho do próprio atleta, também entendemos que o desempenho dele é o que garante um novo contrato e uma projeção. Ano passado tivemos um resultado ruim mas os jogadores saíram para jogar a Libertadores. Queremos o bem dos atletas, tem que ter a dose certa da cobrança", disse Constantino Júnior. 

Ouça a entrevista de Constantino Júnior na íntegra

Tininho ressaltou o nível de comprometimento dos jogadores em um momento financeiro complicado vivido pelo clube, destacando a experiência dos atletas. "Sabemos o nível de comprometimento do nosso plantel e vemos a entrega e o empenho do elenco mesmo com todas as dificuldades. Agora é hora de querer, mostrar vontade e disposição. A gente sabe que existe um grupo maduro, com jogadores experientes". 



Atletas do Salgueiro na mira do Santa Cruz

Mesmo em um momento de aperto financeiro, Constantino Júnior garantiu que conversas estão sendo mantidas com atletas para reforçar o Santa Cruz. Tininho não citou nomes, mas confirmou que atletas do Salgueiro estão na mira e colocou o final desta semana como uma data para possível chegada de reforços. 

"Temos uma deficiência no sistema defensivo, mas existem outros atletas que acabaram a primeira fase da Série C, além do Salgueiro. Estamos conversando. Sabemos do momento difícil e o jogador que topar vir sabe da vitrine e do momento delicado. Do Salgueiro temos alguns atletas em conversa, mas até a próxima sexta-feira, certamente, teremos mais três ou quatro atletas". 


Recomendados para você

Comentários

Escrete de Ouro

Tininho muda o tom e diz que cobrança no Santa Cruz tem que ser 'na dose certa'



Publicado em 12/09/2017, às 13:58


Rádio Jornal

[IMAGEM]

Após cobrar vontade do plantel do Santa Cruz, o vice do clube tricolor, Constantino Júnior, afirmou que a cobrança ao elenco coral 'tem que ser na dose certa'. Em entrevista à Rádio Jornal na manhã desta terça-feira (12), o dirigente disse que as exigências são benéficas ao desempenho dos jogadores, que podem garantir uma boa projeção no cenário do futebol. 

"É uma dose que precisa ter a sensibilidade do lado humano do atleta. Quando falamos desse tipo de cobrança é até melhor para desempenho do próprio atleta, também entendemos que o desempenho dele é o que garante um novo contrato e uma projeção. Ano passado tivemos um resultado ruim mas os jogadores saíram para jogar a Libertadores. Queremos o bem dos atletas, tem que ter a dose certa da cobrança", disse Constantino Júnior. 

Ouça a entrevista de Constantino Júnior na íntegra

Tininho ressaltou o nível de comprometimento dos jogadores em um momento financeiro complicado vivido pelo clube, destacando a experiência dos atletas. "Sabemos o nível de comprometimento do nosso plantel e vemos a entrega e o empenho do elenco mesmo com todas as dificuldades. Agora é hora de querer, mostrar vontade e disposição. A gente sabe que existe um grupo maduro, com jogadores experientes". 

Atletas do Salgueiro na mira do Santa Cruz

Mesmo em um momento de aperto financeiro, Constantino Júnior garantiu que conversas estão sendo mantidas com atletas para reforçar o Santa Cruz. Tininho não citou nomes, mas confirmou que atletas do Salgueiro estão na mira e colocou o final desta semana como uma data para possível chegada de reforços. 

"Temos uma deficiência no sistema defensivo, mas existem outros atletas que acabaram a primeira fase da Série C, além do Salgueiro. Estamos conversando. Sabemos do momento difícil e o jogador que topar vir sabe da vitrine e do momento delicado. Do Salgueiro temos alguns atletas em conversa, mas até a próxima sexta-feira, certamente, teremos mais três ou quatro atletas".