Notícia | POLÊMICA

Cerca de 40% dos detidos são soltos após audiência de custódia


A audiência de custódia divide opiniões e foi tema do Debate da Super Manhã desta sexta-feira (22)

Publicado em 22/09/2017, às 14:18

Rádio Jornal

Foto: Reprodução/ Internet

Tida como vilã por alguns setores da sociedade, a audiência de custódia divide opiniões sobre sua eficiência na triagem de pessoas que cometeram algum tipo de delito. Para debater os efeitos da audiência de custódia, o comunicador Geraldo Freire, recebeu nos estúdios da Rádio Jornal, nesta sexta-feira (22), o deputado estadual e PM, Joel da Harpa (PTN), o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, e o delegado Tancredo Loyó.



Questionado pelo deputado oposicionista, Joel da Harpa, sobre a efetividade do procedimento de triagem no Estado, o secretário Pedro Eurico rebateu afirmando que Pernambuco é considerado conservador na área. Segundo Eurico, os números de prisões nas audiências de custódia chegam a 60,35%, enquanto a liberdade provisória foi concedida a 39,65% dos apreendidos. Ainda de acordo com o secretário, houve um incremento no número de presos em Pernambuco que chegou a uma população carcerária de 30.080 detentos.

Confira o programa completo e tire dúvidas: 

 


Recomendados para você

Comentários

Notícia

Cerca de 40% dos detidos são soltos após audiência de custódia



Publicado em 22/09/2017, às 14:18


Rádio Jornal

[IMAGEM]

Tida como vilã por alguns setores da sociedade, a audiência de custódia divide opiniões sobre sua eficiência na triagem de pessoas que cometeram algum tipo de delito. Para debater os efeitos da audiência de custódia, o comunicador Geraldo Freire, recebeu nos estúdios da Rádio Jornal, nesta sexta-feira (22), o deputado estadual e PM, Joel da Harpa (PTN), o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, e o delegado Tancredo Loyó.

Questionado pelo deputado oposicionista, Joel da Harpa, sobre a efetividade do procedimento de triagem no Estado, o secretário Pedro Eurico rebateu afirmando que Pernambuco é considerado conservador na área. Segundo Eurico, os números de prisões nas audiências de custódia chegam a 60,35%, enquanto a liberdade provisória foi concedida a 39,65% dos apreendidos. Ainda de acordo com o secretário, houve um incremento no número de presos em Pernambuco que chegou a uma população carcerária de 30.080 detentos.

Confira o programa completo e tire dúvidas: 

[uolmais_audio 16317906]

[uolmais_audio 16317943]

[uolmais_audio 16317944]