Interior | AGRESTE

Menino de 11 anos tem perna amputada após ser atropelado em Pesqueira


Motorista fugiu após atropelar menino e população ateou fogo no veículo. Polícia registrou o caso

Publicado em 28/09/2017, às 09:20

Rádio Jornal
JC Trânsito

Foto: Divulgação

Uma criança de 11 anos teve a perna amputada após ser atropelada por um veículo desgovernado em Pesqueira, no Agreste de Pernambuco. De acordo com as investigações, a criança foi arrastada pelo motorista que fugiu do local. Outra pessoa e uma residência também foram atingidas pelo carro.

O caso aconteceu por volta das 14h dessa quarta-feira (27) na cidade que fica a 215km de distância do Recife. O menino estava na rua quando foi surpreendido pelo carro em alta velocidade. Sem conseguir desviar do motorista, a criança teve a perna "dilacerada", segundo um socorrista que atendeu a vítima.



"Fomos acionados e, ao chegar no local, vimos que o menino estava em estado grave. Era uma situação dilacerante, que só ia levar ao amputamento", afirmou o socorrista Alex Brito. Uma outra pessoa que também foi atropelada foi levada para o hospital Dr. Lídio Paraíba com várias escoriações. 

Investigação

Revoltados com a fuga do motorista que não prestou socorro às vítimas, moradores da região colocaram fogo no veículo que arrastou o menino de 11 anos. A Polícia Civil registrou a ocorrência e faz buscas pelo homem que não foi identificado.


Recomendados para você

Comentários

Interior

Menino de 11 anos tem perna amputada após ser atropelado em Pesqueira



Publicado em 28/09/2017, às 09:20


Rádio Jornal
JC Trânsito

[IMAGEM]

Uma criança de 11 anos teve a perna amputada após ser atropelada por um veículo desgovernado em Pesqueira, no Agreste de Pernambuco. De acordo com as investigações, a criança foi arrastada pelo motorista que fugiu do local. Outra pessoa e uma residência também foram atingidas pelo carro.

O caso aconteceu por volta das 14h dessa quarta-feira (27) na cidade que fica a 215km de distância do Recife. O menino estava na rua quando foi surpreendido pelo carro em alta velocidade. Sem conseguir desviar do motorista, a criança teve a perna "dilacerada", segundo um socorrista que atendeu a vítima.

"Fomos acionados e, ao chegar no local, vimos que o menino estava em estado grave. Era uma situação dilacerante, que só ia levar ao amputamento", afirmou o socorrista Alex Brito. Uma outra pessoa que também foi atropelada foi levada para o hospital Dr. Lídio Paraíba com várias escoriações. 

Investigação

Revoltados com a fuga do motorista que não prestou socorro às vítimas, moradores da região colocaram fogo no veículo que arrastou o menino de 11 anos. A Polícia Civil registrou a ocorrência e faz buscas pelo homem que não foi identificado.