Interior | Polêmica

Vídeo que flagra funcionários de prefeitura brincando com caixões em cemitério gera revolta em PE


Vídeo acabou viralizando nas redes sociais e causou polêmica em Lagoa do Carro; funcionários foram suspensos

Publicado em 06/10/2017, às 10:20

Rádio Jornal

Reprodução/Facebook

Um vídeo viralizado nas redes sociais mostra funcionários da limpeza urbana de Lagoa do Carro, na Zona da Mata de Pernambuco, brincando com caixões dentro do cemitério municipal. No vídeo, um dos funcionários diz "aproveite, só hoje, queima de estoque!", enquanto outros dois carregam um caixão para jogar no lixo. A população se revoltou com a atitude dos servidores, criticando a atitude também pelas redes sociais. 

"Levaram uma suspensão por tempo indeterminado. Vamos tomar providências", disse o advogado da Prefeitura de Lagoa do Carro, Robério Costa. 



Ouça o depoimento do advogado

 

Ainda segundo Robério, os funcionários realizavam a limpeza no cemitério que recolhendo restos de caixões que pertenciam ao município. Entretanto, a atitude não foi aceita pelos moradores. 

Veja o vídeo


Recomendados para você

Comentários

Interior

Vídeo que flagra funcionários de prefeitura brincando com caixões em cemitério gera revolta em PE



Publicado em 06/10/2017, às 10:20


Rádio Jornal

[IMAGEM]

Um vídeo viralizado nas redes sociais mostra funcionários da limpeza urbana de Lagoa do Carro, na Zona da Mata de Pernambuco, brincando com caixões dentro do cemitério municipal. No vídeo, um dos funcionários diz "aproveite, só hoje, queima de estoque!", enquanto outros dois carregam um caixão para jogar no lixo. A população se revoltou com a atitude dos servidores, criticando a atitude também pelas redes sociais. 

"Levaram uma suspensão por tempo indeterminado. Vamos tomar providências", disse o advogado da Prefeitura de Lagoa do Carro, Robério Costa. 

Ouça o depoimento do advogado

[uolmais_audio 16326991] 

Ainda segundo Robério, os funcionários realizavam a limpeza no cemitério que recolhendo restos de caixões que pertenciam ao município. Entretanto, a atitude não foi aceita pelos moradores. 

Veja o vídeo