Escrete de Ouro | Entrevista

Dubeux confirma que Sport procura treinador para 2018 e rebate críticas de Homero


Dirigente do Sport disse que Daniel Paulista já sabe da procura de um nome para assumir o planejamento de 2018 e possivelmente os últimos 4 jogos de 2017

Publicado em 13/11/2017, às 11:44

Rádio Jornal

André Nery/JC Imagem

Após a derrota para o Atlético-GO, nesse domingo (12) em Goiás, o vice de futebol Gustavo Dubeux foi um dos personagens do Sport. O dirigente deixou em aberto a possibilidade de contratar um novo treinador para substituir Daniel Paulista na área técnica leonina e nesta segunda-feira (13), em entrevista à Rádio Jornal, ele confirmou que o clube já procura um nome para montar o planejamento para 2018 e, quiçá, comandar o time nos próximos quatro jogos da Série A, visando escapar da degola.

"Nós estamos vendo isso não é de ontem. Daniel é do clube, ele sabe disso, e ele sabe que estamos à procura de um treinador que possa iniciar o planejamento para o próximo ano. Temos que ter muita calma para trazer um técnico não somente para as quatro partidas mas também para o próximo ano", disse Dubeux.

Sobre o embate diante do Dragão goiano, o dirigente falou sobre uma reunião realizada com os jogadores ainda no hotel após o jogo e garantiu o comprometimento do elenco.



"Tivemos uma reunião com todos os jogadores. O jogo de ontem foi um fato muito relevante. Tivemos jogos no Recife e fora de casa que o time jogou com determinação. Ontem foi apático e com pouco empenho. No final, há um comprometimento deles. Podemos perder o jogo, mas se empenhando. Nós tínhamos cinco jogos para ganhar três, agora temos quatro para ganhar três. Precisamos da postura que tivemos contra o Botafogo, Atlético-MG e Santos. O Sport tem chances de permanecer na Série A mas precisa do empenho de cada um dos jogadores", afirmou.

>> Tá faltando briga dentro de campo, diz Daniel Paulista sobre desempenho do Sport

>> Após derrota, Marquinhos cita falta de companheirismo no Sport

Dubeux rebate críticas de Homero Lacerda

Em entrevista à Rádio Jornal na manhã desta segunda-feira (13), o ex-presidente e presidente do conselho deliberativo do Sport, Homero Lacerda, teceu críticas a diretoria leonina e afirmou que a equipe 'tem amadores comandando profissionais'. A contratação de Vanderlei Luxemburgo foi tida como um 'desastre total'.

Em resposta, Dubeux reconheceu o mau momento e disse que as críticas são feitas no 'calor do momento'. "Olhe, quando se perde ninguém presta e quando se ganha todo mundo ganha tapinha nas costas. O Sport é profissional, trabalhamos de forma profissional. Já passamos por bons e maus momentos. Isso é normal. Os companheiros, no calor de um derrota, recebem críticas. Temos que assimilar as críticas e procurar o melhor para o Sport. O que fica é o momento. É um momento ruim, que precisamos sair dessa situação. As críticas são de pessoas que querem o Sport numa situação melhor", finalizou.

Ouça a entrevista de Gustavo Dubeux na íntegra


Recomendados para você

Comentários

Escrete de Ouro

Dubeux confirma que Sport procura treinador para 2018 e rebate críticas de Homero



Publicado em 13/11/2017, às 11:44


Rádio Jornal

[IMAGEM]

Após a derrota para o Atlético-GO, nesse domingo (12) em Goiás, o vice de futebol Gustavo Dubeux foi um dos personagens do Sport. O dirigente deixou em aberto a possibilidade de contratar um novo treinador para substituir Daniel Paulista na área técnica leonina e nesta segunda-feira (13), em entrevista à Rádio Jornal, ele confirmou que o clube já procura um nome para montar o planejamento para 2018 e, quiçá, comandar o time nos próximos quatro jogos da Série A, visando escapar da degola.

"Nós estamos vendo isso não é de ontem. Daniel é do clube, ele sabe disso, e ele sabe que estamos à procura de um treinador que possa iniciar o planejamento para o próximo ano. Temos que ter muita calma para trazer um técnico não somente para as quatro partidas mas também para o próximo ano", disse Dubeux.

Sobre o embate diante do Dragão goiano, o dirigente falou sobre uma reunião realizada com os jogadores ainda no hotel após o jogo e garantiu o comprometimento do elenco.

"Tivemos uma reunião com todos os jogadores. O jogo de ontem foi um fato muito relevante. Tivemos jogos no Recife e fora de casa que o time jogou com determinação. Ontem foi apático e com pouco empenho. No final, há um comprometimento deles. Podemos perder o jogo, mas se empenhando. Nós tínhamos cinco jogos para ganhar três, agora temos quatro para ganhar três. Precisamos da postura que tivemos contra o Botafogo, Atlético-MG e Santos. O Sport tem chances de permanecer na Série A mas precisa do empenho de cada um dos jogadores", afirmou.

>> Tá faltando briga dentro de campo, diz Daniel Paulista sobre desempenho do Sport

>> Após derrota, Marquinhos cita falta de companheirismo no Sport

Dubeux rebate críticas de Homero Lacerda

Em entrevista à Rádio Jornal na manhã desta segunda-feira (13), o ex-presidente e presidente do conselho deliberativo do Sport, Homero Lacerda, teceu críticas a diretoria leonina e afirmou que a equipe 'tem amadores comandando profissionais'. A contratação de Vanderlei Luxemburgo foi tida como um 'desastre total'.

Em resposta, Dubeux reconheceu o mau momento e disse que as críticas são feitas no 'calor do momento'. "Olhe, quando se perde ninguém presta e quando se ganha todo mundo ganha tapinha nas costas. O Sport é profissional, trabalhamos de forma profissional. Já passamos por bons e maus momentos. Isso é normal. Os companheiros, no calor de um derrota, recebem críticas. Temos que assimilar as críticas e procurar o melhor para o Sport. O que fica é o momento. É um momento ruim, que precisamos sair dessa situação. As críticas são de pessoas que querem o Sport numa situação melhor", finalizou.

Ouça a entrevista de Gustavo Dubeux na íntegra

[uolmais_audio 16350416]