Escrete de Ouro | DECISÃO

Independiente vence o Flamengo no primeiro jogo da decisão da Sul-Americana


Envolvido pelo toque de bola do Independiente, Flamengo sai na frente do placar, mas sofre virada

Publicado em 06/12/2017, às 23:09

Rádio Jornal

Foto: Reprodução / Independiente-ARG

Pela primeira partida da decisão da Copa Sul-Americana 2017, Independiente-ARG  e Flamengo se enfrentaram na noite desta quarta-feira (06) no estádio Libertadores da América em Avellaneda, Argentina. O time argentino ganhou por 2 x 1. Os gols foram marcados por Gigliotti e Meza. Réver marcou para a equipe carioca.

Ouça os gols na voz de André Luiz Cabral:

A partida

O início do jogo foi bem movimentada e o gol do Flamengo saiu logo aos 8 minutos com Réver.  Em cobrança de falta feita por Trauco, o zagueiro do time  rubro-negro, subiu mais alto que a defesa argentina e cabeceou para o gol. Após o bom momento da equipe carioca, o Independiente passou a comandar as ações e a finalizar com perigo.  César conseguiu  evitar o gol em algumas oportunidades, mas aos 28 minutos Gigliotti  igualou o marcador.  Depois de um contra-ataque a bola chegou até o atacante do Independiente que não desperdiçou a chance.



Ditando o ritmo do jogo o clube argentino chegou a virada aos 7 da etapa final. Barco apareceu pela esquerda, passou com facilidade pela marcação e cruzou para Meza, que na entrada da área pegou de primeira finalizando no fundo do gol e dando a vitória para o Independiente por 2 x 1.

Como não há critério de gols fora de casa na final da Copa Sul-Americana, qualquer vitória do Flamengo por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. Em caso de empate o Independiente será o campeão. O time carioca precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para garantir o título sem necessidade de prorrogação. Caso o Flamengo conquiste o título, abre uma vaga na Sul-Americana de 2018 para o 15º colocado do Campeonato brasileiro, no caso o Sport fica com a vaga.

O jogo da volta será na próxima quarta-feira, às 21h45, horário de Brasília no Maracanã.

 


Recomendados para você

Comentários

Escrete de Ouro

Independiente vence o Flamengo no primeiro jogo da decisão da Sul-Americana



Publicado em 06/12/2017, às 23:09


Rádio Jornal

[IMAGEM]

Pela primeira partida da decisão da Copa Sul-Americana 2017, Independiente-ARG  e Flamengo se enfrentaram na noite desta quarta-feira (06) no estádio Libertadores da América em Avellaneda, Argentina. O time argentino ganhou por 2 x 1. Os gols foram marcados por Gigliotti e Meza. Réver marcou para a equipe carioca.

Ouça os gols na voz de André Luiz Cabral:

[uolmais_audio 16363404]

[uolmais_audio 16363405]

[uolmais_audio 16363406]

A partida

O início do jogo foi bem movimentada e o gol do Flamengo saiu logo aos 8 minutos com Réver.  Em cobrança de falta feita por Trauco, o zagueiro do time  rubro-negro, subiu mais alto que a defesa argentina e cabeceou para o gol. Após o bom momento da equipe carioca, o Independiente passou a comandar as ações e a finalizar com perigo.  César conseguiu  evitar o gol em algumas oportunidades, mas aos 28 minutos Gigliotti  igualou o marcador.  Depois de um contra-ataque a bola chegou até o atacante do Independiente que não desperdiçou a chance.

Ditando o ritmo do jogo o clube argentino chegou a virada aos 7 da etapa final. Barco apareceu pela esquerda, passou com facilidade pela marcação e cruzou para Meza, que na entrada da área pegou de primeira finalizando no fundo do gol e dando a vitória para o Independiente por 2 x 1.

Como não há critério de gols fora de casa na final da Copa Sul-Americana, qualquer vitória do Flamengo por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. Em caso de empate o Independiente será o campeão. O time carioca precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para garantir o título sem necessidade de prorrogação. Caso o Flamengo conquiste o título, abre uma vaga na Sul-Americana de 2018 para o 15º colocado do Campeonato brasileiro, no caso o Sport fica com a vaga.

O jogo da volta será na próxima quarta-feira, às 21h45, horário de Brasília no Maracanã.