Interior | Agreste

Comissão fiscalizadora do HRA entrega relatório ao Ministério Público


Reunião foi realizada no Ministério Público de Pernambuco

Publicado em 07/12/2017, às 11:13

Rádio Jornal

Foto: Reprodução/TV Jornal

O Ministério Público de Pernambuco recebeu uma comissão de representantes de órgãos ligados à fiscalização do Hospital Regional do Agreste, localizado em Caruaru. Eles entregaram um relatório de problemas encontrados no HRA e pediram ajuda do órgão para tentar resolvê-los. O hospital sofre com superlotação, falta de leitos, de medicamentos e lençóis, além de cirurgias canceladas e outros problemas.

Saiba mais na reportagem de Giovani Gomes:

O promotor de Justiça Giovani de Sá de Leite recebeu uma comissão formada por representantes de sete entidades em uma reunião que furou mais de duas horas. A advogada Rita de Cássia, membra da Comissão do Idoso da OAB Caruaru, diz que as cobranças vão continuar. "Nós estamos buscando o direito de uma população de Caruaru e da Região. Se for preciso, vamos pedir uma auditoria para saber onde e como estão sendo usados os recursos", afirma.



Sem resposta

Por telefone, a direção do Hospital Regional do Agreste informou que está levantando informações sobre as visitas do Cremepe, do Conselho Gestor de Saúde e do Ministério Público ao hospital. Apenas depois disso é que a direção vai se pronunciar.


Recomendados para você

Comentários

Interior

Comissão fiscalizadora do HRA entrega relatório ao Ministério Público



Publicado em 07/12/2017, às 11:13


Rádio Jornal

[IMAGEM]

O Ministério Público de Pernambuco recebeu uma comissão de representantes de órgãos ligados à fiscalização do Hospital Regional do Agreste, localizado em Caruaru. Eles entregaram um relatório de problemas encontrados no HRA e pediram ajuda do órgão para tentar resolvê-los. O hospital sofre com superlotação, falta de leitos, de medicamentos e lençóis, além de cirurgias canceladas e outros problemas.

Saiba mais na reportagem de Giovani Gomes:

[uolmais_audio 16363575]

O promotor de Justiça Giovani de Sá de Leite recebeu uma comissão formada por representantes de sete entidades em uma reunião que furou mais de duas horas. A advogada Rita de Cássia, membra da Comissão do Idoso da OAB Caruaru, diz que as cobranças vão continuar. "Nós estamos buscando o direito de uma população de Caruaru e da Região. Se for preciso, vamos pedir uma auditoria para saber onde e como estão sendo usados os recursos", afirma.

Sem resposta

Por telefone, a direção do Hospital Regional do Agreste informou que está levantando informações sobre as visitas do Cremepe, do Conselho Gestor de Saúde e do Ministério Público ao hospital. Apenas depois disso é que a direção vai se pronunciar.