Entenda a importância dos soros antiofídicos no tratamento de picadas de serpentes


A gente explica
A gente explica
Publicado em 14/07/2020 às 16:26
Leitura:

A Gente Explica: muito tem se falado sobre o caso do estudante de medicina veterinária que foi picado por uma cobra da espécie naja no Distrito Federal. Por causa do acidente, foi descoberto um esquema de tráfico de animais. E isso só foi possível porque o homem foi levado a um hospital, que solicitou um soro antiofídico do Instituto Butantan, em São Paulo, fazendo com que o instituto percebesse que se tratava do envenenamento por uma espécie de serpente ilegal de ser comercializada no Brasil. E o fato é que o rapaz só foi salvo por causa da ação de um soro específico. Neste episódio do A Gente Explica, conheça a importância dos soros antiofídicos no tratamento de picadas de serpentes.