CBF diz que anulação de eleição é inconstitucional e pode recorrer

Comentário de Ralph de Carvalho: O comentarista do Escrete de Ouro fala sobre a decisão da Justiça do Rio de Janeiro que decidiu anular a eleição que conduziu Rogério Caboclo à presidência da CBF. A Justiça decidiu estabelecer interventores na CBF para conduzir uma reavaliação dos itens do estatuto que dizem respeito à eleição. Os nomes apontados foram os presidentes do Flamengo, Rodolfo Landim, e da Federação Paulista de Futebol, Reinaldo Carneiro Bastos.