Desigualdade de gênero

Anne Barreto
Anne Barreto
Publicado em 28/10/2019 às 20:40
Leitura:

Consultório do Rádio Livre: A constituição brasileira é muito clara. Perante a lei, homens e mulheres são iguais. Mas infelizmente, na prática não é isso que percebemos. Ainda há muita desigualdade no âmbito social e no mercado de trabalho. Para se ter ideia, as mulheres brasileiras trabalham, em média, três horas por semana a mais do que os homens, segundo o IBGE. E muitas delas, recebem até 40% menos do que o colega na mesma função. E se essa mulher for negra ela ainda é alvo de mais discriminação mas a falta de respeito com a cor da pele também atinge os homens. Sobre o assunto, Anne Barretto e Rhaldney santos conversam com a coordenadora colegiada executiva da rede de mulheres de terreiro de Pernambuco, Vera Baroni.

+Episódios

Especial Dia da Consciência Negra: como aderir à luta antirracista?
 
Leitura:

Consultório do Rádio Livre: A constituição brasileira é muito clara. Perante a lei, homens e mulheres são iguais. Mas infelizmente, na prática não é isso que percebemos. Ainda há muita desigualdade no âmbito social e no mercado de trabalho. Para se ter ideia, as mulheres brasileiras trabalham, em média, três horas por semana a mais do que os homens, segundo o IBGE. E muitas delas, recebem até 40% menos do que o colega na mesma função. E se essa mulher for negra ela ainda é alvo de mais discriminação mas a falta de respeito com a cor da pele também atinge os homens. Sobre o assunto, Anne Barretto e Rhaldney santos conversam com a coordenadora colegiada executiva da rede de mulheres de terreiro de Pernambuco, Vera Baroni.

m>