O impacto da pandemia: do auxílio emergencial à disparada dos preços

Debate da Super Manhã: De acordo com o estudo desenvolvido pela PUC - Rio Grande do Sul, em parceria com o Observatório das Metrópoles e o Observatório da Dívida Social na América Latina; entre o final de 2019 e o segundo trimestre de 2020, houve um grande aumento da desigualdade de renda do trabalho nas metrópoles no Brasil. O resultado se deu devido à crise econômica do período, agravada pela pandemia da covid-19. Desde então, sobreviver no Brasil está cada mais difícil, perigoso e caro. Arroz, feijão, carne, gasolina e gás de cozinha enfrentam cotidianamente disparadas nos preços, e quem mais sai perdendo são as pessoas de baixa renda. Para debater o assunto, o comunicador Wagner Gomes convoca um time de especialistas no Debate da Super Manhã desta quarta-feira(24), o empreendedor social e idealizador da ONG Novo Jeito Fábio Silva, o economista, Edgar Leonardo e a professora, docente e pesquisadora do Departamento de Ciências Sociais da UFRPE Julia Benzaquem.