O Metrô do Recife

Geraldo Freire
Geraldo Freire
Publicado em 07/10/2021 às 12:25
Leitura:

Debate da Super Manhã: Um dos mais importantes meios de transporte público da Região Metropolitana, o Metrô do Recife atende cerca de 160 mil pessoas diariamente. Antes da pandemia da covid-19, esse número chegava a quatrocentas mil. A possibilidade de percorrer longas distâncias mais rapidamente e a de integrar trajetos sem pagar novas passagens são as principais vantagens percebidas pelos usuários. Por outro lado, a superlotação, o desconforto e as frequentes falhas estão entre as queixas mais comuns de quem depende do modal. Do ano passado até o momento, já ocorreram mais de 130 paralisações, mesmo que parciais, no sistema. No debate desta quinta-feira (07), o comunicador Wagner Gomes conversa com especialistas sobre a importância do Metrô do Recife e as dificuldades no atendimento à demanda da população. Participam do debate o superintendente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos no Recife (CBTU) Carlos Ferreira, o secretário Executivo de Parcerias e Estratégias da Secretaria de Planejamento e Gestão de Pernambuco – Seplag; Marcelo Bruto da Costa Correia, o engenheiro civil especialista em Gestão Ambiental e Engenharia de Tráfego, Vice-Presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco – CREA/PE Stênio Cuentro e a jornalista titular da coluna Mobilidade, do Jornal do Commercio Roberta Soares.