O avanço da fome no Brasil

Geraldo Freire
Geraldo Freire
Publicado em 08/11/2021 às 12:30
Leitura:

Debate da Super Manhã: Um dos problemas mais tristes e vergonhosos ainda não superados pela sociedade é a fome. Fruto das desigualdades sociais, essa questão ofende a dignidade humana, causa danos à saúde e torna incerto o cotidiano dos afetados. De acordo com o estudo mais recente da Rede Penssan, mais da metade da população brasileira, 55% dela, sofria de algum tipo de insegurança alimentar em dezembro de 2020. O Nordeste foi a região com o maior número de pessoas nessa condição, com cerca de 7 milhões e setecentos mil habitantes em insegurança alimentar grave. A Pesquisa de Orçamentos Familiares 2017-2018 do IBGE já apontava 661 mil pessoas em Pernambuco vivendo em lares com insegurança alimentar grave. No debate desta segunda-feira (8), o comunicador Wagner Gomes conversa com especialistas sobre o avanço da fome no Brasil.Participam do debate o sociólogo e pesquisador do Centro de Estudos e Pesquisas Josué de Castro José Arlindo Soares, a gerente de Planejamento e Gestão do IBGE em Pernambuco Fernanda Estelita e a Co-fundadora e Gestora da plataforma Transforma Brasil, e voluntária do Movimento Novo Jeito (ex-diretora de voluntariado da entidade) Návila Teixeira.