O impacto da ausência de momentos de lazer para a formação das crianças

Pais, filhos e famílias: O Brasil está no ranking dos países mais desiguais do mundo. O resultado disso é que a infância é vivida de modo muito diferente pelas crianças pobres e pelas crianças ricas. Enquanto os meninos das famílias de classe mais alta têm uma agenda lotada de compromissos, as crianças com menos recursos muitas vezes não podem nem sair de casa, porque não contam com parques e pracinhas para brincar. Em comum, falta espaço ou tempo de lazer e brincadeiras para todos eles. A psicóloga Bruna Vaz, do Centro de Pesquisa em Psicanálise e Linguagem, CPPL, comenta sobre o impacto da ausência de momentos de lazer para a formação das crianças.