Eu não ia me meter nisso, diz Raul Jungmann sobre polêmica envolvendo soltura de Lula


Geraldo Freire
Geraldo Freire
Publicado em 10/07/2018 às 12:50
Leitura:

O ministro da Segurança Pública e responsável pela Polícia Federal, Raul Jungmann, foi o entrevistado do Passando a Limpo desta terça-feira (10). Durante o programa, o ministro comentou o imbróglio que envolveu a tentativa de Habeas Corpus ao ex-presidente Lula (PT) no último domingo. Alvo de críticas do PT por supostamente retardar o pedido de HC do desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, a PF nega qualquer lentidão proposital. “Teve um conflito de competências. A PF recebeu quatro ordens: duas para soltar e duas para manter preso”, afirmou Jungmann. “Mandados judiciais se cumprem, foi desde o começo o entendimento da PF. Eu não ia me meter nisso”, disse o ministro. O Passando a Limpo, que contou com a presença de Geraldo Freire, Wagner Gomes, Igor Maciel e Romoaldo de Souza, comentou o fim do resgate dos 12 adolescentes na Tailândia e o cenário político nacional.