Aumentam em cinco vezes o número de casos de coqueluche no Recife

Geraldo Freire
Geraldo Freire
Publicado em 03/04/2019 às 9:00
Leitura:

Conhecida como tosse comprida, a coqueluche é uma infecção do trato respiratório que tem inquietado a vigilância epidemiológica em Pernambuco, especialmente na capital, onde o número de casos mais que quintuplicou, ao se comparar o volume de adoecimentos dos três primeiros meses deste ano com o mesmo período de 2018. Até o dia 9 de março, o Recife notificou 56 casos da doença, com 29 confirmações. No ano passado, no mesmo período, foram 11 notificações, com 6 casos confirmados. A faixa etária mais acometida compreende bebês menores de 2 meses. Dos 13 casos suspeitos nesse grupo, oito já tiveram o diagnóstico confirmado. O pneumologista Blancard Torres foi entrevistado pela bancada do Passando a Limpo sobre o assunto.