Imagens levantam hipótese de que miliciano foi executado e não morto em confronto

Passando a Limpo: Imagens do corpo do ex-capitão da PM Adriano da Nóbrega, ligado ao senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), indicam que ele foi morto com tiros disparados a curta distância, segundo reportagem da revista Veja. A bancada desta sexta - composta por Jamildo Melo, Mirella Martins e Romoaldo de Souza - debateu o assunto.