Paralisação nas carreiras policiais é considerada inconstitucional

Passando a Limpo: Os policiais militares do Ceará reivindicam aumento salarial, cuja proposta tramita na Assembleia Legislativa do Estado. Por conta disso, os PMs paralisaram as atividades. Uma decisão da Justiça determinou a ilegalidade de atos grevistas da categoria. Uma decisão do Supremo Tribunal Federal de 2017 determinou que é inconstitucional o direito de greve de servidores públicos de órgãos de segurança e proibiu qualquer forma de paralisação nas carreiras policiais. A bancada desta quinta-feira (20) - composta Wagner Gomes, Ivanildo Sampaio e Adriana Victor - debateu o assunto com o advogado trabalhista, Marcos Alencar.