Especialista explica nova Lei Geral de Proteção de Dados

Passando a Limpo: Nesta sexta-feira (18) entra em vigor a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Qualquer pessoa pode judicializar a questão se sentir que seus dados foram utilizados ou se sentiu constrangida com uso de informações pessoais. A informação foi passada pelo advogado Pedro Silveira, especialista em direito digital. A lei é mais ampla que apenas usada para empresas de tecnologia de grande porte e abrange também pequenas empresas como farmácias, supermercados. Para os jornalistas Maria Luiza Borges, Mirella Martins e Jamildo Melo, o especialista alertou que esses estabelecimentos precisam se adequar aos parâmetros de cuidado com informações de qualquer pessoa que de alguma forma disponibiliza seus dados. Essas empresas precisam unir uma equipe que contenha um encarregado de dados e profissionais de tecnologia, por exemplo, para tratar dados de forma legal e segura. Qualquer cliente que chegar nessas empresas e que queira saber o tipo de dados que a empresa detém deve ter os detalhes cedidos pelo estabelecimento.