Juliano: O caso do Porta dos Fundos demonstra a garantia da liberdade de expressão

Política: O grupo de humor Porta dos Fundos produziu um especial de final de ano intitulado A Primeira Tentação de Cristo, que foi disponibilizada na Netflix. Uma associação católica entrou na justiça com uma ação civil pública argumentando que o programa era uma ofensa à fé cristã e pediu a retirada do programa do ar. Um desembargador do Rio aceitou o pedido, mas essa decisão durou somente um dia. A Netflix recorreu e o Supremo Tribunal Federal derrubou a decisão do desembargador e manteve o programa no ar. As implicações desse imbróglio estão na Coluna Política desta sexta-feira (10), com o professor da Universidade Católica de Pernambuco, jornalista, cientista social, mestre e doutor em Ciência Política, Juliano Domingues.