O preconceito enfrentado pelas mulheres que ocupam cargos de chefia

Relações de Trabalho: É sabido que as mulheres enfrentam dificuldades para crescer dentro de algumas empresas. O número de mulheres em cargos de chefia caiu de 40% para 38% nos últimos anos. Por causa disso, algumas mulheres assumem um comportamento mais masculino depois de serem promovidas. A psicóloga e psicanalista Ana Elizabeth Cavalcanti, do Centro de Pesquisa em Psicanálise e Linguagem, CPPL, explica se essa é a melhor forma de crescer dentro das empresas, minimizando as diferenças entre homens e mulheres.