BBB 22

TADEU SCHMIDT: Filhos, esposa, idade, foto na juventude, salário e família de esportistas; conheça o apresentador do BBB 22


Famoso por causa do trabalho no jornalismo, Tadeu Schmidt assume agora o comando do BBB 22

Gabriel dos Santos
Gabriel dos Santos
Publicado em 17/01/2022 às 16:32
Notícia
Divulgação/Globo
Tadeu Schmidt é o novo apresentador do BBB - FOTO: Divulgação/Globo
Leitura:

Nascido em Natal, capital do Rio Grande do Norte, Tadeu Schmidt é o carismático jornalista que assume a apresentação do BBB 22, após a saída repentina do ex-apresentador Tiago Leifert. Irmão do jogador de basquete aposentado Oscar Schmidt e tio do jogador de vôlei de praia Bruno, Tadeu até tentou ser atleta profissional, mas foi na comunicação que fez sucesso. No currículo, além de grandes coberturas pelo Esporte da Globo, apresentou o Fantástico por 14 anos. Sorridente e engraçado, promete ser um queridinho dos fãs do BBB.

Família de Tadeu Schmidt

Tadeu Schmidt nasceu em 18 de julho de 1974 e, hoje em dia, tem 47 anos de idade. Ele é casado com Ana Cristina Schmidt desde 1998. Juntos, o casal teve duas filhas: Valentina, de 19 anos, e Laura, de 17. 

Recentemente, inclusive, a filha mais velha de Tadeu Schmidt, Valentina Schmidt, chamou atenção na internet ao revelar que é queer. Ou seja, nem se identifica como heterossexual nem como cisgênero. A jovem também usa as redes sociais para defender direitos feministas e da comunidade LGBTQIAP+. 

>>> BBB 22: conheça a filha do apresentador Tadeu Schmidt que se identifica como pessoa queer

 

Após deixar o Fantástico, Tadeu Schmidt embarcou com a esposa, Ana Cristina, com quem está casado há quase 24 anos, para uma viagem internacional. Os dois conheceram a aurora boreal, antes do jornalista voltar ao Brasil para assumir o comando do BBB 22.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Tadeu Schmidt (@tadeuschmidt)

Tadeu Schmidt jovem

Esqueça o cabelo bem aparado e os ternos de grife usados por Tadeu na apresentação do Fantástico. Na Juventude, Tadeu era um jovem com um estilo completamente diferente do que nos acostumamos a ver na tela da Globo. Veja a foto:

"Eu tinha três brincos numa orelha, e um na outra. Parecia um pirata. Meu pai, saudoso, era filho de alemão, militar rigoroso. Quando fiz 18 anos de idade, fui à farmácia e botei aquele brinco de farmácia. Começou a inflamar ali. E minha mãe recomendou merthiolate. Eu passava e só inflamava mais. Ali me falaram que poderia ser o brinco. Peguei um brinco de ouro da minha mãe. E nada. Minha orelha parecia um bife. Anos se passaram e muito tempo depois eu machuquei o dedo e passei merthiolate. Meu dedo ficou gigante e descobri que tinha alergia'" disse Tadeu Schmidt em entrevista a Fábio Porchat, no programa Que História é Essa Porchat, do canal a cabo GNT.

Salário de Tadeu Schmidt

Por sair do Fantástico e ir para o entretenimento, Tadeu Schmidt passa a ganhar R$ 400 mil por mês, segundo o site Observatório da TV. Durante os meses de apresentação do BBB 22, Tadeu deve ganhar R$ 1,5 milhão mensalmente, já que também fará propagandas para marcas anunciantes. No jornalismo, Tadeu ganhava cerca de R$ 120 mil de salário.

>>> LEIA TAMBÉM - Dani Calabresa: idade, Adnet, novo namorado, onde nasceu, piadas e acusação de assédio; relembre fatos sobre a humorista

Primeiro porre

"Estava numa festa e me lembro que experimentei o Whisky. E gostei. Aí cheguei em casa e perguntei para o meu pai. Ele falou: pega ali no armário. Enchi um copo com gelo e tomei. Depois tomei outro. Bebi sete copos! Pouco tempo depois, só me lembro de aparecer em casa de pijama... sendo que eu não usava pijama. Eu passei muito mal e fui levado para tomar glicose. Meu amigo Reinaldo, que é padrinho da minha filha, meu melhor amigo, foi quem me levou até a minha casa. Meu irmão abriu a porta e perguntou se eu tinha sido atropelado. Meu irmão e minha cunhada me botaram no banho. Eu não lembro de nada", contou Schmidt para Fábio Porchat.

Frustração com o esporte e Jornalismo

Formado em Jornalismo pela Universidade de Brasília, Tadeu recorreu ao jornalismo, após se frustrar no esporte. Seria sua válvula de escape para não abandonar um sonho completamente. 

"Comecei a jogar [vôlei] com nove anos e, aos dezessete, fui convocado para a seleção [brasileira infanto-juvenil]. Treinei vários meses com essa seleção, junto com o Nalbert, mas eu fui cortado. O Nalbert foi o melhor jogador do mundial juvenil e eu fui cortado. Aí eu desisti de jogar, fiquei muito decepcionado por ver meus colegas sendo campeões mundiais no infanto-juvenil. Aí eu desanimei: "não levo jeito para esse negócio". E a minha comparação era muito cruel, o Oscar com quinze anos estava na seleção adulta, eu com dezessete fui cortado da infanto-juvenil. Ai eu falei: "vou fazer outra coisa da vida"", disse Schmidt em entrevista ao Corujão da TV Globo, em 2014.

Tadeu Schmidt começou no jornalismo em um estágio na Radiobrás, durante o penúltimo ano da faculdade. Em seguida, trabalhou por um mês na Rádio Nacional e, depois, entrou na TV Nacional. Lá, ele ficou um ano como estagiário e teve a primeira experiência como repórter, quando acompanhou os jornalistas durante reportagens.

Depois da formatura, Tadeu Schmidt foi para o DFTV, telejornal local da Globo de Brasília. Ele cobriu o noticiário geral, no entanto sabia o que queria:

“Quando tinha uma reportagem de esporte, naturalmente as pessoas me colocavam para cobrir, pelo meu passado e pelo passado da minha família. O esporte ficou mais fácil para mim, também, porque é mais fácil fazer reportagem, fazer jornalismo com aquilo que você conhece mais – e o que eu mais conheço, sem dúvida, é o esporte.”

Comentários


Mais Lidas