Endividada?

BBB 22: Naiara Azevedo tem dívida milionária com banco, afirma site


Naiara Azevedo está confinada no BBB 22

Adige Silva
Adige Silva
Publicado em 19/01/2022 às 21:50
Notícia
Reprodução/ TV Globo
Em primeiro raio-x, Naiara Azevedo faz elogios para os outros participantes da casa - FOTO: Reprodução/ TV Globo
Leitura:

A cantora Naiara Azevedo já chegou causando no BBB 22. A sister tem divido opiniões dentro e fora da casa. Segundo o site Splash, do UOL, a sertaneja tem uma dívida mais de R$ 1 milhão com o Banco do Brasil.

.

De acordo com o site, a ação, com início em abril de 2021, é referente a um pedido de execução extrajudicial contra Naiara Azevedo. A artista emitiu uma Cédula de Crédito Bancário no valor de R$ 864 mil para pagar um saldo devedor de R$ 739 mil. Com isso, o crédito deveria ser pago em 95 prestações, no valor de R$ 18,800, com vencimento final em 20 de maio de 2028.

Porém, segundo o processo, Naiara não teria pago as prestações. No dia 20 de dezembro de 2021 ela devia o valor de R$ 1.003.732,33. Além da dívida, o processo exige que a cantora pague os honorários advocatícios, que é 10% sobre o valor do débito.

A cantora teria 15 dias para contestar a dívida e apresentar impugnação da cobrança feita pelo banco, podendo ter bens penhorados. O TJ-PR afirmou ainda que ela pode parcelar em seis vezes caso pague pelo menos 30% da dívida.

O que diz a equipe de Naiara Azevedo?

Em resposta ao Splash, a equipe de Naiara Azevedo afirmou o seguinte:

"Em atenção a este processo em trâmite na 4ª Vara Cível da Comarca de Londrina, Estado do Paraná, movido pelo Banco do Brasil, informamos que até o presente a Naiara Azevedo não foi citada, desconhecendo portanto o conteúdo de referida demanda. Dessa forma, assim que seja formalmente citada, adotará todas as medidas legais e pertinentes".

O que diz o Banco do Brasil?

Também em resposta ao site, o Banco do Brasil decidiu não se manifestar sobre o processo. "Em razão da ética e sigilo profissionais, não podemos fornecer quaisquer informações ou confirmações sobre processos envolvendo nossos clientes", afirmou um representante da entidade.

Comentários


Mais Lidas