BBB 22

Arthur Aguiar abre o jogo após BBB 22 em entrevista ao Fantástico; confira

Arthur Aguiar venceu o BBB 22.

Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 01/05/2022 às 22:12 | Atualizado em 01/05/2022 às 22:30
Notícia
Reprodução / TV Globo
Arthur Aguiar, campeão do BBB 22, deve viajar para Recife ao encontro do seu empresário - FOTO: Reprodução / TV Globo
Leitura:

O vencedor do BBB 22, Arthur Aguiar, está com uma agenda cheia pós programa. Ele foi o primeiro homem que voltou a subir no pódio do Big Brother Brasil após sete anos.

Neste domingo (1º), foi ao ar a entrevista do campeão do BBB 22 no Fantástico, Show da Vida.

Para começar, Arthur falou sobre a saudade de casa e sobre a filha que tem com Maíra.

"Saudade de dar banho, botar pra dormir. Toda hora ela diz que me ama, me abraça. Diz que me ama muito", disse Arthur sobre a pequena Sofia.

Agenda lotada

"Eu tenho show vendido até dia 29 de dezembro", disse Arthur Aguiar.

Segundo Pedro Mota, empresário do ator, será lançada a palestra "De cancelado a queridinho do Brasil", para contar a história do cantor.

"Eu já entrei cancelado. E quero que as pessoas gostem de mim sem que eu tenha vergonha disso. Foi como o Tadeu falou no discurso dele pra mim"

"Tenho facilidade de criar uma narrativa, de construir uma narrativa de início, meio e fim"

Colegas do BBB rejeitam vitória de Arthur

Sobre as inimizades que fez na casa e a pouca torcida por parte dos colegas do programa, Arthur disse que considerava tudo uma falta de respeito.

"Falta respeito mesmo com a pessoa. Cara, o jogo acabou. É importante as pessoas separarem isso"

Abandono e traições

Durante a entrevista, Maíra comentou que Arthur lida com a rejeição desde criança. "Abandono por parte de pai e mãe. Eu fiz 18 anos sem ver meu pai. Convivi dois anos com ele depois, e ele morreu.", disse o campeão do BBB. 


Questionada sobre as traições do marido, ela não titubeou em responder que todos têm direito a mudança. "Todos nós erramos ou já fomos alguma coisa da qual não nos orgulhamos. As pessoas têm o direito de mudar e de se transformar", finalizou.

Comentários

Mais Lidas