BBB 22

Arthur Aguiar venceu o BBB 22 com ajuda de robôs? Especialista revela resposta

O artista levou o prêmio de R$ 1,5 milhão para casa com 68,96% dos votos

Vitória Floro
Vitória Floro
Publicado em 05/05/2022 às 11:47 | Atualizado em 05/05/2022 às 11:52
Notícia
Reprodução / TV Globo
Arthur Aguiar, campeão do BBB 22, deve viajar para Recife ao encontro do seu empresário - FOTO: Reprodução / TV Globo
Leitura:

A vitória de Arthur Aguiar no BBB 22 levantou polêmicas entre os fãs do reality e, até mesmo, questionamentos dos seus amigos de reality.

O artista levou o prêmio de R$ 1,5 milhão para casa com 68,96% dos votos do público, em comparação com outros vencedores do programa, como Juliette, campeã com 90,15% dos votos, o percentual foi baixo.

Além disso, outros fatores também levantaram suspeitas do público e dos outros jogadores, Arthur não era um personagem de fama unânime entre os telespectadores, e em quase todas as semanas de confinamento apareceu liderando os rankings de participantes mais odiados do portal UOL. 

Mas, Arthur também se configurava líder no ranking de favoritos, foi essa que fez com que muitos questionassem a validade da sua vitória.

Apontada como fraude, por muito tempo depois da final do programa, internautas questionaram se os fãs de Aguiar teriam usado robôs para burlar as regras de votação ao prêmio.

Guilherme Ravache, colunista do site Notícias da TV e do JC, investigou a possibilidade de burlar as regras de uma votação no portal oficial do GShow, onde os votos são computados.

.

Reprodução/ TV Globo
Arthur Aguiar foi o vencedor do reality show - Reprodução/ TV Globo

Segundo o jornalista, a compra de engajamento, ou seja, seguidores, likes e visualizações, é relativamente fácil e barato, com apenas R$ 29,90 já é possível começar uma base de fãs "falsos".

No entanto, Guilherme explica que manipular uma votação é um processo diferente e um pouco mais difícil do que a manipulação de engajamento nas redes.

SEGURANÇA NA PLATAFORMA

Ainda em 2021, o influenciador e hacker Gabriel Pato já havia apontado os aumentos consideráveis na segurança dos sistemas de votação do BBB 21.

Agora, em 2022, Pato fez outro vídeo reafirmando que seria pouco provável que o site fosse fraudado por robôs que manipulassem os votos.

.

No vídeo, Pato destacou que o sistema usado no site é muito maduro e que ainda não existem provas concretas de que alguém já tenha conseguido realizar uma invasão na plataforma.

"As pessoas sempre mandam imagens de mouse mexendo na hora de votar, mas isso não prova nada. O que queremos ver são os argumentos técnicos. Nesse ponto, já era seguro em 2021. E, neste ano, deve ter ficado ainda mais seguro", explicou.

Ele também explicou que o uso de sistemas como o Captcha, que exige que o usuário digita letras, números ou selecione imagens, junto com a identificação da localização de quem vota são práticas eficientes para evitar ataques e fraudes.

O QUE DIZ A REDE GLOBO?

Questionada pelo portal Notícias da TV, a emissora também afirmou que as plataformas possuem diversas camadas de segurança, capazes de identificar com rapidezes um robô e neutralizá-lo. .

"Contamos com recursos de inteligência artificial e aprendizado de máquina, que mapeiam permanentemente, em tempo real, o comportamento dos votantes para identificar e mitigar eventuais riscos de interferência", disse a emissora quando questionada pelo portal.

"Entre os parâmetros observados, estão a quantidade de votos por minuto por usuário, intervalos de horários de votação e pulverização da localização. Desta forma, quando nossos algoritmos identificam algum comportamento fora dodo padrão, atuam imediatamente para neutralizar qualquer ação que possa interferir no resultado da votação", informou a Rede Globo ao portal Notícias da TV.

 

ARTHUR USOU ROBÔS?

No Dia 101 do programa, momento em que os participantes se reuniram após a vitória de Arthur Aguiar, Gustavo afirmou que ainda estaria "procurando" sua alta taxa de rejeição no paredão e Jessilane também destacou não entender a vitória do artista.

As falas dos ex-participantes também fortaleceram o discurso da internet de que Arthur teria vencido o programa com uso de robôs. 

Para a sócia da agência de gerenciamento de carreiras Mynd, Fátima Pissara, em entrevista ao Portal Notícias da TV, seria extremamente difícil trapacear em uma votação do Gshow. "Com a tecnologia disponível no mercado, é praticamente impossível que ele tenha vencido com robôs", detalhou.

"A Globo com certeza tem sistemas bastante eficientes contra robôs. O Arthur venceu porque foi o mais votado, é histórico como o BBB mobiliza as pessoas em todo o país a votar", finalizou.

Fátima é responsável pelo gerenciamento da carreiras de diversos ex-BBBs, tanto vitoriosos quanto os que não chegaram até o pódio. 

Comentários

Mais Lidas