Checagem de fake news

São fake mensagens que afirmam que pesquisas eleitorais de 2018 apontavam para derrota de Bolsonaro; veja os números de 4 anos atrás

Evolução das pesquisas de intenção de voto de 2018 mostra que Bolsonaro virou favorito assim que Lula deixou campanha, em agosto; Antes, presidente eleito já era segundo colocado nas pesquisas

Gabriel dos Santos
Gabriel dos Santos
Publicado em 20/05/2022 às 11:20 | Atualizado em 20/05/2022 às 11:51
Notícia
Reprodução do Youtube
Presidente Jair Bolsonaro - FOTO: Reprodução do Youtube
Leitura:

Mensagens compartilhadas por apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) nas redes sociais tentam lançar dúvidas sobre as pesquisas de intenção de voto para as eleições de 2022, que mostram Lula (PT) à frente do atual presidente.

De forma mentirosa, as postagens afirmam que as pesquisas apontavam para derrota de Bolsonaro 4 anos atrás, nas eleições de 2018. Na verdade, os levantamentos dos principais institutos indicavam para o que, de fato, aconteceu: que Bolsonaro era o favorito e venceria as eleições. 

O QUE MOSTRARAM AS PESQUISAS DE INTENÇÃO DE VOTO EM 2018?

Até agosto de 2018, as pesquisas mostravam Lula (PT) em primeiro lugar na intenção de voto dos eleitores. Bolsonaro, naquele instante, aparecia em segundo lugar.

No entanto, vale destacar que, naquela época, com Lula preso, já havia a dúvida sobre se o petista conseguiria, de fato, participar das eleições ou não. Por esse motivo, as mesmas pesquisas já revelavam que Bolsonaro ficaria à frente, se Lula não pudesse concorrer. 

Em 22 de agosto de 2018, por exemplo, o Instituto Datafolha, mostrou que Lula tinha 39% das intenções de voto, Bolsonaro (na época filiado ao PSL) ficava com 19% (garantindo o segundo lugar) e Marina Silva (Rede) tinha 8%, ficando em terceiro. A margem de erro foi de 2%.

>>> Conheça a biografia de Jair Bolsonaro, clicando aqui. 

>>> História de vida de Lula, clicando aqui.

Esse mesmo levantamento do Datafolha pesquisou um cenário sem a participação de Lula, em razão da previsão de que o ex-presidente não pudesse participar das eleições por causa da Lei da Ficha Limpa.

Neste caso, no mesmo 22 de agosto de 2018, o instituto mostrou que, sem a candidatura de Lula, Bolsonaro ficaria, então, com 22% das intenções de voto, Marina Silva teria 16% e Ciro Gomes (PDT) iria a 10%, ficando em terceiro lugar no primeiro turno. 

Naquele momento, Fernando Haddad (então vice da chapa de Lula) ficaria com 4% das intenções de voto. 

.

Ibope

Na mesma época, o Ibope mostrava números parecidos. Um levantamento divulgado em 20 de Agosto de 2018 mostrava o seguinte cenário:

  • Lula: 37%
  • Bolsonaro: 18%
  • Marina: 6%.

Cenário com Haddad no lugar de Lula:

  • Jair Bolsonaro: 20%
  • Marina Silva: 12%
  • Ciro Gomes: 9%
  • Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
  • Fernando Haddad: 4%

BOLSONARO ASSUME LIDERANÇA NAS PESQUISAS DE INTENÇÃO DE VOTO PARA ELEIÇÕES DE 2018

Em 31 de agosto de 2018, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, de uma vez por todas, que Lula não poderia participar das eleições por estar preso, após condenação em segunda instância e, desta forma, ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa. 

Em 5 de setembro de 2018, nova pesquisa do Ibope mostrou que Bolsonaro já liderava as intenções de voto. O levantamento divulgado naquele dia mostrava os seguintes números:

  • Bolsonaro: 22%;
  • Marina: 12%;
  • Ciro: 12%;
  • Alckmin: 9%;
  • Haddad: 6%.

Na simulação de um segundo turno entre Bolsonaro e Haddad, o Ibope mostrava Haddad com 36% e Bolsonaro com 37%. 

PESQUISA DA VÉSPERA DO PRIMEIRO TURNO

Em 2018, o primeiro turno das eleições foi realizado em 7 de outubro. No sábado, dia 6 de outubro, pesquisa Datafolha mostrava que Bolsonaro e Haddad iriam para um segundo turno. Confira os números daquele levantamento:

  • Jair Bolsonaro (PSL): 36%
  • Fernando Haddad (PT): 22%
  • Ciro Gomes (PDT): 13%
  • Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
  • Marina Silva (REDE): 3%
  • João Amoêdo (NOVO): 3%
  • Alvaro Dias (PODE): 2%
  • Henrique Meirelles (MDB): 2%
  • Cabo Daciolo (PATRI): 1%
  • Guilherme Boulos (PSOL): 1%
  • Vera (PSTU): 0%
  • João Goulart Filho (PPL): 0%
  • Eymael (DC): 0%
  • Em branco/nulo/nenhum: 6%
  • Não sabe: 4%

Na votação do domingo (07/10/2018), Bolsonaro teve 46,03% dos votos. Haddad teve 29,28%. Os dois foram para o segundo turno. 

SEGUNDO TURNO DAS ELEIÇÕES DE 2018

O segundo turno das eleições de 2018 foi realizado em 28 de outubro. No dia 18 de outubro, o Datafolha mostrava os seguintes percentuais:

  • Bolsonaro: 59%;
  • Haddad: 41%.

Em 23 de outubro de 2018, pesquisa do Ibope também consolidava Bolsonaro como favorito. Veja os números, considerando os votos válidos:

  • Bolsonaro: 57%;
  • Haddad: 43%

De acordo com o TSE, no segundo turno, Bolsonaro foi eleito com 55,13%. Haddad teve 44,87% dos votos. 

Comentários

Mais Lidas