Desenvolvimento regional

Justiça marca novas datas para leilão das áreas internas do Estaleiro Atlântico Sul

Disputa pelo "gigante adormecido" Suape deve ser realizada na semana que vem. Leilão tem novas datas para ser feito

JAMILDO MELO Rodrigo Fernandes
JAMILDO MELO
Rodrigo Fernandes
Publicado em 14/07/2022 às 12:11
Igo Bione/Acervo JC Imagem
Vista aérea do Porto de Suape, no Litoral Sul de Pernambuco - FOTO: Igo Bione/Acervo JC Imagem
Leitura:

A Justiça de Ipojuca definiu as novas datas para o leilão das áreas internas do Estaleiro Atlântico Sul. A decisão foi tomada em comum acordo com os credores, no Rio de Janeiro.

A venda sofreu um ataque na semana passada, quando um dos concorrentes tentou interromper o processo com um pedido de embargo no Tribunal de Justiça de Pernambuco. Inicialmente, o magistrado Bartolomeu Bueno concedeu uma liminar pela suspensão, mas recuou e mandou prosseguir.

Pelo novo edital, as propostas poderão ser apresentadas até a próxima quarta-feira, e o leilão propriamente dito será realizado na quinta-feira.

Entenda a polêmica com o leilão das áreas do estaleiro

O leilão foi suspenso a pedido do Tecon Suape, controlado pelos filipinos, em uma tentativa de barrar a compra de áreas pela empresa APM Terminals, subsidiária controlada pela Maersk, uma das maiores empresas de navegação do mundo.

Hoje o Tecon Suape opera um terminal público em Suape. Caso compre a área, a Maersk planeja instalar um terminal privativo para concorrer com os filipinos.

A outra principal concorrente habilitada, a APM Terminals, controlada pela Maersk, falou de seus planos para Suape em um artigo exclusivo para o blog de Jamildo, intitulado 'Suape é um gigante adormecido', na véspera do leilão adiado do Estaleiro Atlântico Sul.

Mais Lidas