Festival de Garunhuns

Chico César interrompe gritos contra Bolsonaro no Festival de Inverno de Garanhuns; saiba o que aconteceu

Entenda a explicação que o artista deu após interrupção

Luana Simões
Luana Simões
Publicado em 25/07/2022 às 10:32
Notícia
Flickr/Simon du Vinage
Chico César cantando em São Paulo, 2013 - FOTO: Flickr/Simon du Vinage
Leitura:

Chico César é um cantor, compositor, escritor e jornalista brasileiro, com grande sucesso no universo da música nacional, principalmente no Nordeste do país.

No último domingo (24), Chico César apresentou-se com Geraldo Azevedo na 30º edição do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), no Agreste de Pernambuco. Os dois artistas trouxeram o projeto "Violivoz", já apresentado em outras cidades brasileiras desde outubro de 2021.

LEIA MAIS: Chico César e Geraldo Azevedo fazem show emocionante 

Entenda o que aconteceu durante o show:

CHICO CÉSAR INTERROMPE GRITO DO PÚBLICO

Durante a apresentação no FIG, o público começou o coro "Bolsonaro, vai tomar no **", grito comum entre grupos de oposição do Governo durante apresentações culturais, e Chico César respondeu:

"Essa manifestação me parece até meio reacionária, porque temos pessoas que amam, que adoram... Vamos deixar espaço para deixar que a direita mais reacionária use desses argumentos", disse ele.

Continuando o discurso, ele aponta que há necessidade de inovar no grito:

"Os nossos argumentos devem incluir aqueles que gostam de tomar por todos os buracos, da cabeça, do seu corpo. Vamos inovar. Pode dizer seu feio, fascista, facínora, grosseiro. Mas pode ser que um dia vocês digam comigo: 'ei, Chico César, venha tomar…'. Quem sabe eu vá."

Comentários

Mais Lidas