REALITY SHOW

Ex-jogador do Grêmio vai criar reality LGBTQIA+ com famosos e anônimos

Programa terá sede no Rio de Janeiro e será produzido em parceria com uma TV italiana

Marcelo Aprígio
Marcelo Aprígio
Publicado em 23/03/2022 às 9:00
Notícia
REPRODUÇÃO/CRUZEIRO COLORIDO
O 'Cruzeiro Colorido' irá contar com 14 participantes, entre eles, dez anônimos e quatro famosos - FOTO: REPRODUÇÃO/CRUZEIRO COLORIDO
Leitura:

Uma ilha de 10 mil m² no Brasil foi a escolha para sediar um reality LGBTQIA+. A Ilha Sundara fica no litoral de Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio, e está à venda por R$ 27 milhões.

Batizado de 'Cruzeiro colorido', o programa será produzido pela Ferrari TV, uma emissora italiana em parceria com o ex-jogador do Grêmio, Sporting e Porto Mário Jardel.

Chamado de 'Rei de Portugal' por suas grandiosas passagens pelos clubes lusitanos, Jardel esteve recentemente no Big Brother Portugal, do qual foi finalista

Desde que saiu da casa, há cerca de um mês, Jardel colhe os frutos da fama. Nas ruas de Portugal mal consegue andar e logo é parado por pessoas que viraram seus fãs. Agora, além de criar o novo reality, ele também será comentarista.

“Vou ser comentarista de um reality LGBTQIA+. Quem vai tocar o projeto é a minha produtora em parceria com uma TV italiana. As gravações começarão em agosto e vão acontecer em Angra dos Reis, no Rio”, contou ele.

"Vamos convidar muitos cantores famosos para se apresentar. Pensamos em chamar a Anitta para fazer um show. O elenco será formado por pessoas conhecidas e desconhecidas", emendou.

Reality LGBTQIA+

O 'Cruzeiro Colorido' irá contar com 14 participantes, entre eles, dez anônimos e quatro famosos, a partir de agosto. A final acontece em outubro com a premiação de R$ 700 mil para o primeiro colocado.

Os dois primeiros participantes, um famoso e um anônimo, serão divulgados na próxima quinta-feira, 24, durante o lançamento do reality, no Rio de Janeiro.

Nicole Bahls e David Brazil serão os apresentadores, e Jesus Luz o DJ oficial. O reality vai ser transmitido nas plataformas digitais.

Comentários

Mais Lidas