ESCOLAS DE SAMBA

Quem ganhou o desfile das escolas de samba do Rio? Confira todas as campeãs até agora

Desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro acontecem excepcionalmente em abril

Marcelo Aprígio Ísis Lima
Marcelo Aprígio
Ísis Lima
Publicado em 19/04/2022 às 13:03 | Atualizado em 16/05/2022 às 13:02
Notícia
RIOTUR/LIESA
Estação Primeira de Mangueira - FOTO: RIOTUR/LIESA
Leitura:

ATUALIZAÇÃO: A Grande Rio foi a campeã do Carnaval 2022 do Rio de Janeiro e conquistou o título inédito. Clique aqui e saiba mais

O tradicional desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro, que acontece anualmente no período do Carnaval, neste ano de 2022 não foi realizado em fevereiro em decorrência do agravamento da pandemia de covid-19.

Por causa disso, as apresentações foram adiadas para este mês de abril. Os desfiles da Série Ouro (antes, Grupo de Acesso), estão marcados para os próximos dias 20 e 21 de abril, sem transmissão televisionada.

Na sexta-feira (22) e no sábado (23), ocorrem os desfiles do Grupo Especial e as duas noites serão transmitidas pela TV Globo em todo o território nacional.

As escolas de samba que desfilam nestes no final de semana são consideradas parte da elite do carnaval carioca.

Desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro

Um determinado número de agremiações disputa o título de campeã do carnaval através de avaliações feitas por jurados divididos em diversos quesitos previamente estipulados pela liga organizadora do evento.

O desfile competitivo foi idealizado pelo jornalista pernambucano Mário Filho, irmão do dramaturgo Nelson Rodrigues, através do seu periódico, Mundo Sportivo. O primeiro concurso ocorreu no carnaval de 1932.

Ao longo dos anos, a primeira divisão do carnaval carioca teve várias nomenclaturas, passando pela organização de diversas entidades carnavalescas.

Quinze escolas diferentes já conquistaram, uma ou mais vezes, o título máximo do carnaval carioca. A Portela é a maior vencedora, com 22 títulos conquistados.

A escola também detém o recorde de títulos consecutivos, conquistados nos carnavais de 1941 a 1947.

Na 'Era Sambódromo', período contado a partir de 1984, quando as escolas passaram a desfilar na Passarela Professor Darcy Ribeiro, a maior campeã é a Beija-Flor, com nove títulos.

Quem ganhou o desfile das escolas de samba do Rio?

Confira abaixo a lista de todas as campeãs dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro, desde 1984, quando deu-se início à chamada 'Era Sambódromo'.

  • 1984 - O enredo "Contos de Areira" da Portela a tornou campeã no domingo. Enquanto a Estação Primeira de Mangueira foi campeã na segunda-feira e supercampeã de 1984 com o enredo "Yes, Nós Temos Branquinha".
  • 1985 - A Mocidade Independente do Padre Miguel foi a campeã desse ano com o enredo "Ziriguidum 2001 - Carnaval nas Estrelas".
  • 1986 - A campeã desse ano foi Estação Primeira de Mangueira, com o enredo "Caymmi Mostra ao Mundo o que a Bahia e a Mangueira Têm".
  • 1987 - O ano seguinte também foi garantido pela Estação Primeira de Mangueira, dessa vez o enredo foi "No Reino das Palavras, Carlos Drummond de Andrade".
  • 1988 - A escola de samba Unidos de Vila Isabel foi a campeã de 1988 com o enredo "Kizomba, Festa da Raça".
  • 1989 - Já nesse ano, a Imperatriz Leopoldinense foi quem ocupou o primeiro lugar com o enredo "Liberdade, Liberdade, Abre as Asas Sobre Nós!"
  • 1990 - Após cinco anos, a Mocidade Independente de Padre Miguel retorna ao primeiro lugar com a apresentação do enredo "Vira, Virou, a Mocidade Chegou".
  • 1991 - Pelo segundo ano consecutivo, sendo três vezes campeã, a escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel chegou ao primeiro lugar ao apresentar o enredo "Chuê, Chuá, as Águas Vão Rolar".
  • 1992 - Nesse ano a escola Estácio de Sá se tornou campeã pela primeira vez com o enredo "Paulicéia Desvairada - 70 Anos de Modernismo".
  • 1993 - Com o enredo "Peguei Um Ita no Norte", a campeã de 1993 foi a Acadêmicos do Salgueiro.
  • 1994 - A Imperatriz Leopoldinense foi a campeã desse ano, apresentando "Catarina de Médicis na Corte dos Tupinambôs e dos Tabajéres".
  • 1995 - Pelo segundo ano consecutivo, a  Imperatriz Leopoldinense garantiu o primeiro lugar com "Mais Vale Um Jegue que me Carregue, que Um Camelo que Me Derrube, Lá no Ceará" 
  • 1996 - Já nesse ano, a campeã foi a escola de samba  Mocidade Independente de Padre Miguel, com a apresentação do "Criador e Criatura".
  • 1997 - Brincando sobre a criação do mundo, a Unidos do Viradouro foi campeã ao apresentar o enredo "Trevas! Luz! A Explosão do Universo".
  • 1998 - Pela primeira vez na história de competições das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, houve um empate entre as escolas Beija-Flor, cujo enredo foi "Pará, O Mundo Místico dos Caruanas, nas Águas do Patu-anu"; e Estação Primeira de Mangueira, com o enredo "Chico Buarque da Mangueira".
  • 1999 - A Imperatriz Leopoldinense foi campeã pela quarta vez nesse ano, com o enredo "Brasil, Mostra a Sua Cara em... Theatrum Rerum Naturalium Brasiliae".
  • 2000 - O ano seguinte também garantiu o primeiro lugar à Imperatriz Leopoldinense. O enredo deste ano foi "Quem Descobriu o Brasil Foi Seu Cabral, no Dia 22 de Abril, Dois Meses Depois do Carnaval "
  • 2001 - O enredo de destaque nesse ano foi "Cana-caiana, Cana Roxa, Cana Fita, Cana Preta, Amarela, Pernambuco... Quero Vê Descê o Suco na Pancada do Ganzá", também da Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense.
  • 2002 - Para mudar um pouco dos últimos 3 anos em que a Imperatriz foi campeã, nesse ano a Estação Primeira de Mangueira ganhou o primeiro lugar com o enredo "Brazil com Z é pra Cabra da Peste, Brasil com S é Nação do Nordeste".
  • 2003 - A campeã nesse ano foi a escola de samba Beija-Flor, apresentando o enredo "O Povo Conta a Sua História: "Saco Vazio Não Para em Pé - A Mão que Faz a Guerra, Faz a Paz".
  • 2004 - Em seu segundo ano consecutivo recebendo o título de campeã do carnaval do Rio, a Beija-Flor mostrou todo o seu brilho com o enredo "Manôa, Manaus, Amazônia, Terra Santa: Alimenta o Corpo, Equilibra a Alma e Transmite a Paz".
  • 2005 - Esse ano também nomeou a  Beija-Flor como campeã, com "O Vento Corta as Terras dos Pampas. Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Guarani. Sete Povos na Fé e na Dor... Sete Missões de Amor".
  • 2006 - Pela segunda vez a escola de samba Unidos de Vila Isabel ocupou o primeiro lugar, ao mostrar o enredo "Soy Loco por Ti, América - A Vila Canta a Latinidade". 
  • 2007 - A Beija-Flor retoma o primeiro lugar do pódio com o enredo "Áfricas - Do Berço Real à Corte Brasiliana".
  • 2008 - Em mais um ano a Beija-Flor foi campeã, pela segunda vez consecutiva. Dessa vez com o enredo "Macapabá: Equinócio Solar, Viagens Fantásticas ao Meio do Mundo". 
  • 2009 - Depois de esperar por 16 anos para reconquistar o primeiro lugar, a Acadêmicos do Salgueiro apresentou o enredo "Tambor" e foi campeã de 2009. 
  • 2010 - A campeã desse ano foi a Unidos da Tijuca, com o enredo "É Segredo!".
  • 2011 - Com simplicidade, a Beija-Flor fi campeã ao apresentar o enredo "A Simplicidade de um Rei".
  • 2012 - Após um ano sem vencer a competição, a Unidos da Tijuca retomou a primeira posição, com o enredo "O Dia em que Toda a Realeza Desembarcou na Avenida para Coroar o Rei Luiz do Sertão". 
  • 2013 - Em mais uma competição, a Unidos de Vila Isabel saiu campeã com o enredo "A Vila Canta o Brasil, Celeiro do Mundo - "Água no Feijão que Chegou Mais Um".
  • 2014 - Pela terceira vez, a Unidos da Tijuca conquistou o primeiro lugar, com o enredo "Acelera, Tijuca!". 
  • 2015 - A campeã desse ano foi a  Beija-Flor, com o enredo "Um Griô Conta a História: Um Olhar sobre a África e o Despontar da Guiné Equatorial. Caminhemos sobre a Trilha de Nossa Felicidade".
  • 2016 - Após 14 anos sem receber o título de campeã, a Estação Primeira de Mangueira conseguiu reconquistar o seu primeiro lugar com o enredo "Maria Bethânia: A Menina dos Olhos de Oyá".
  • 2017 - Um segundo empate ocorreu nesse ano. Dessa vez as escolas campeãs foram a Portela, com o enredo "Nunca Sentiu o Corpo Arrepiar ao Ver Esse Rio Passar?", e Mocidade Independente de Padre Miguel, com o enredo "As Mil e Uma Noites de Uma 'Mocidade' pra Lá de Marrakesh".
  • 2018 - Esse ano o primeiro lugar ficou para a Beija-Flor, apresentando o "Monstro É Aquele que Não Sabe Amar. Os Filhos Abandonados da Pátria que os Pariu".
  • 2019 - A Estação Primeira de Mangueira foi a campeã, com o enredo "História para Ninar Gente Grande".
  • 2020 - O enredo que conquistou o primeiro lugar nesse ano foi o "Viradouro de alma lavada", pela Escola de Samba Unidos do Viradouro.
  • 2021 - Não houve desfile das Escolas de Samba por causa da pandemia de Covid-19
  • 2022 - A Acadêmicos do Grande Rio marcou a retomada do carnaval no Rio de Janeiro ao se tornar a primeira campeã, após dois anos de pandemia, com o enredo "Fala Majeté! Sete Chaves de Exu".

Comentários

Mais Lidas